Ouça agora

Ao vivo

Comando de Polícia Rodoviária registra queda no número de acidentes com vítimas fatais durante o feriado de São Jorge
Destaque
Comando de Polícia Rodoviária registra queda no número de acidentes com vítimas fatais durante o feriado de São Jorge
Alerj aprova projeto para ampliar combate ao trabalho análogo à escravidão
Política
Alerj aprova projeto para ampliar combate ao trabalho análogo à escravidão
Prefeitura do Rio promove consulta pública sobre concessão de parques municipais
Rio de Janeiro
Prefeitura do Rio promove consulta pública sobre concessão de parques municipais
Maricá recebe prêmio destaque do artesanato na 16ª Rio Artes
Maricá
Maricá recebe prêmio destaque do artesanato na 16ª Rio Artes
Passagem de carretas interditará descida da serra de Petrópolis na madrugada de 25/04
Estado
Passagem de carretas interditará descida da serra de Petrópolis na madrugada de 25/04
Cidades do Rio podem ganhar “Café do Trabalhador”
Política
Cidades do Rio podem ganhar “Café do Trabalhador”
CBF divulga data e horário dos jogos da terceira fase da Copa do Brasil
Esportes
CBF divulga data e horário dos jogos da terceira fase da Copa do Brasil

Governo federal abre vagas para o Programa Mais Médicos

São quase 6 mil vagas disponíveis e as inscrições começam na próxima sexta-feira (26)
Foto: Divulgação/Portal Governo Federal

O Governo Federal lançou nesta segunda-feira (22), o edital para o Programa Mais Médicos. No total serão 5.970 vagas distribuídas em 1.994 municípios brasileiros. O período de inscrições começa na próxima sexta-feira (26), o prazo vai até 31 de maio.

A prioridade do Programa é convocar os profissionais brasileiros que foram formados no Brasil, mas também aqueles formados no exterior, sejam eles nascidos no Brasil ou estrangeiros serão convocados para as vagas remanescentes. Cada bolsa-formação concedida pelo Programa Mais Médicos será no valor de R$ 12.386,50 por 48 meses prorrogáveis pelo mesmo período.

O edital está aberto para “recompor vagas ociosas dos últimos quatros anos”. E grande parte dos profissionais inscritos, serão para atender a região da Amazônia. Cerca de 45% das vagas estão em regiões de vulenerabilidade social e historicamente com dificuldade de provimento de profissionais.

Os interessados deverão acessar o Sistema de Gerenciamento de Programas (SGP) entre os dias 26 e 31 de maio, pelo site (https://maismedicos.saude.gov.br). Após a validação da inscrição, de 01 a 05 de junho, os candidatos poderão indicar até dois locais de atuação da sua preferência.

Segundo o secretário de Atenção Primária à Saúde, Nésio Fernandes, o programa quer chamar a atenção dos profissionais brasileiros para que se interessem e ocupem as vagas ofertadas.

– O novo Mais Médicos está ofertando quase 6 mil vagas no programa e quem participa tem a chance de garantir a formação em Medicina de Família e Comunidade. Nosso objetivo é que os profissionais com registro no Brasil ocupem as vagas que estão sendo ofertadas e por isso pensamos em tantas estratégias de incentivo – declarou o secretário.

O novo Programa foi reformulado, agora, a licença-maternidade permite o recebimento da bolsa para completar o valor do auxílio do INSS durante o período de até seis meses da licença. A licença-paternidade agora permite que o pai receba a bolsa durante o período de até vinte dias, no antigo programa isso não era permitido. O tempo de participação do programa agora é de um ciclo de quatro anos, prorrogável por igual período. Além disso é disponibilizado ao profissional uma Especialização, Mestrado ou Aperfeiçoamento e um incentivo de fixação ao programa, incluindo médicos do Fies.

A expectativa do Governo Federal é chegar até o fim do ano com 28 mil profissionais do Mais Médicos atendendo em todo o país, principalmente nas áreas de extrema pobreza. Com isso, mais de 96 milhões de brasileiros terão a garantia de atendimento médico na atenção primária, porta de entrada do SUS.