Ouça agora

Ao vivo

Irmãos Brazão negam envolvimento com milicianos do Rio de Janeiro
Política
Irmãos Brazão negam envolvimento com milicianos do Rio de Janeiro
Justiça considera que Uber é responsável por itens pedidos em entregas
Destaque
Justiça considera que Uber é responsável por itens pedidos em entregas
Mega-sena acumula novamente e prêmio chega a R$ 47 milhões
Brasil
Mega-sena acumula novamente e prêmio chega a R$ 47 milhões
Servidores do INSS entram em greve a partir dessa terça-feira (16/07)
Brasil
Servidores do INSS entram em greve a partir dessa terça-feira (16/07)
Maricá das Artes realiza dois saraus culturais em julho
Cultura
Maricá das Artes realiza dois saraus culturais em julho
Governador e secretária estadual de Saúde do RJ visitam Rio Imagem Baixada e obras do Instituto Estadual do Câncer em Nova Iguaçu
Nova Iguaçu
Governador e secretária estadual de Saúde do RJ visitam Rio Imagem Baixada e obras do Instituto Estadual do Câncer em Nova Iguaçu
Governo quer colocar travas para apostadores compulsivos em bets e jogos, como o do tigrinho
Brasil
Governo quer colocar travas para apostadores compulsivos em bets e jogos, como o do tigrinho

Governo do Estado anuncia investimento para reconstruir Deam em Campo Grande

Obra permitirá a ampliação do acolhimento às mulheres na região da Zona Oeste do Rio. Estado possui 14 unidades especializadas em funcionamento

No dia em que a Lei Maria da Penha completa 17 anos, o governador do Estado do Rio de Janeiro, Cláudio Castro, deu a ordem para o início das obras da nova Delegacia Especial de Atendimento à Mulher (Deam) em Campo Grande, na Zona Oeste do Rio de Janeiro. A iniciativa é aguardada pelas moradoras da região há 8 anos, já que a unidade da Polícia Civil realiza ações de prevenção, proteção e investigação dos crimes de violência doméstica e violência sexual contra mulheres.

Atualmente, a Deam de Campo Grande funciona provisoriamente em Guaratiba, em uma área de difícil acesso. Com a obra, que prevê investimentos de R$ 2,5 milhões, a delegacia especial voltará ao seu local original, atendendo a uma demanda antiga das mulheres da região.

“Desejo que essa delegacia seja um local de referência, em que o homem perceba que ele terá o combate efetivo do nosso Estado caso tente algo contra uma mulher. Que aqui seja não só um lugar de proteção, mas também de prevenção a crimes bárbaros que, infelizmente, ainda vemos acontecer no ano de 2023. As mulheres merecem um local que garanta que elas possam se colocar onde quiserem e fazer o que quiserem”, afirmou o governador Cláudio Castro.

Dezessete anos a favor da integridade feminina

A autorização da obra estadual faz parte das ações do Governo do Estado para a campanha Agosto Lilás – mês dedicado à conscientização pelo fim da violência contra a mulher. A campanha foi criada em referência à Lei Maria da Penha, que completa 17 anos neste dia 7 de agosto.

Presente no evento, a delegada e diretora do Departamento-Geral de Polícia de Atendimento à Mulher, Gabriela Von Beauvais falou como a reconstrução da delegacia será importante para contribuir com a aplicação de políticas públicas concretas para as mulheres.

“A minha história na Deam começa em Campo Grande, minha primeira titularidade foi nesse bairro. Meu carinho é muito grande. Com a retomada da delegacia, tenho certeza de que aumentaremos o número de atendimentos”, afirmou.

Atendimento especial e brinquedoteca

A Deam de Campo Grande será construída em pavimento único, com escada e rampa, atendendo às normas de acessibilidade. O acesso comum conduzirá a uma recepção também adaptada para pessoas com deficiência (PcD). No novo prédio, ainda está previsto um salão que será usado como cartório e uma ala de depoimento, para suporte e escuta especial. No acesso de ocorrências, ficarão as salas de custódia masculina e feminina. E para facilitar o acesso das mães que vão à delegacia acompanhadas de seus filhos, as dependências do atendimento social contarão com brinquedoteca.

O novo prédio terá aproximadamente 357m² de área construída e serão reservadas às mulheres pelo menos 5% das vagas dos postos de trabalho operacionais na construção da nova delegacia.

Presente no evento, a secretária de estado da Mulher, Heloísa Aguiar, externou sua satisfação com a iniciativa.

“É muito importante esse passo dado hoje. Era uma demanda que tínhamos para a Zona Oeste e agora temos muito trabalho pela frente. É para isso que todos os dias a gente acorda, acreditando que as mulheres do estado do Rio de Janeiro terão uma vida mais segura, com mais autonomia financeira e mais inclusiva”, afirmou.

Atendimento em todo o estado

Hoje, existem 14 Delegacias Especializadas de Atendimento à Mulher no estado do Rio (03 na Capital, 04 na Baixada Fluminense, Niterói, São Gonçalo e 05 no interior do estado).

Todos os policiais civis que atuam nas Deam são capacitados pela Acadepol (Academia Estadual de Polícia Sylvio Terra), que fornece, periodicamente, cursos de Protocolos de atendimento à mulher e Atendimento a Mulheres Vítimas de Violência Sexual.