Ouça agora

Ao vivo

Vítima morta durantge comício de Donald Trump é identificada
Destaque
Vítima morta durantge comício de Donald Trump é identificada
Morre escritor e jornalista Sérgio Cabral Santos aos 87 anos
Destaque
Morre escritor e jornalista Sérgio Cabral Santos aos 87 anos
FBI identifica atirador que tentou matar Donald Trump
Destaque
FBI identifica atirador que tentou matar Donald Trump
Donald Trump sofre atentado durante um comício de sua candidatura à presidência dos EUA
Destaque
Donald Trump sofre atentado durante um comício de sua candidatura à presidência dos EUA
Vestibular Uerj 2025: inscrições para o 2º Exame de Qualificação
Destaque
Vestibular Uerj 2025: inscrições para o 2º Exame de Qualificação
Julgamento de Alec Baldwin por homicídio culposo é anulado por ocultação de provas
Destaque
Julgamento de Alec Baldwin por homicídio culposo é anulado por ocultação de provas
Queimados promove quarta edição da Colônia de Férias no Horto
Baixada Fluminense
Queimados promove quarta edição da Colônia de Férias no Horto

Governo da Argentina lança bônus para trabalhadores antes das eleições

A taxa de aumento de preços na Argentina acelerou após uma desvalorização de cerca de 20% decretada em 14 de agosto
Casa Rosada, sede do governo argentino - Imagem: Reprodução

O governo argentino lançou um programa de auxílio para trabalhadores informais, em uma tentativa de mitigar os impactos da inflação, que atingiu níveis não vistos em 30 anos, a menos de um mês das eleições presidenciais.

A iniciativa, que beneficiará entre dois e três milhões de pessoas, foi anunciada na terça-feira pelo ministro da Economia e candidato presidencial, Sergio Massa, no último dia em que a lei permite que ele participe de eventos governamentais.

O bônus totaliza 94.000 pesos argentinos (equivalente a 256 dólares ou 1.272 reais) e será pago em duas parcelas, em outubro e novembro. Seu financiamento será obtido por meio de um adiantamento de impostos sobre o setor bancário e financeiro. O ministro explicou: “Para garantir que essa medida não afete as finanças públicas e que possamos continuar mantendo a disciplina fiscal, sem prejudicar nossa capacidade de ajudar os setores mais vulneráveis, decidimos implementar um adiantamento extraordinário do imposto de renda sobre as empresas que mais se beneficiaram com a desvalorização causada pelo Fundo Monetário Internacional, principalmente bancos, empresas financeiras e seguradoras.”

A taxa de inflação na Argentina aumentou após uma desvalorização de cerca de 20% em 14 de agosto, um dia após as eleições primárias que deixaram o governo como a terceira força mais votada. De janeiro a agosto deste ano, o índice de preços ao consumidor acumulou um aumento de 80,2%, e a inflação nos últimos 12 meses ultrapassou 120%.

Essa medida anunciada na terça-feira se junta a outras medidas fiscais recentes destinadas a auxiliar os trabalhadores.

Nas eleições presidenciais marcadas para 22 de outubro, as pesquisas indicam como favoritos Sergio Massa, da coalizão governista União pela Pátria (peronistas), e Javier Milei, um candidato de extrema direita e antissistema que surpreendeu nas primárias ao obter a maior votação, com 30%.