Ouça agora

Ao vivo

Macaé ganha novas redes de esgoto na Aroeira
Norte Fluminense
Macaé ganha novas redes de esgoto na Aroeira
Itaipuaçu recebe evento Passaporte em Ação
Maricá
Itaipuaçu recebe evento Passaporte em Ação
Petrópolis tem 82 hectares de área queimada no primeiro semestre do ano
Destaque
Petrópolis tem 82 hectares de área queimada no primeiro semestre do ano
Eleições Municipais têm mulheres como maioria do eleitorado, revela TSE
Brasil
Eleições Municipais têm mulheres como maioria do eleitorado, revela TSE
Eduardo Paes lança candidatura à reeleição, mas ainda sem o nome do vice. Pedro Paulo é o preferido
Política
Eduardo Paes lança candidatura à reeleição, mas ainda sem o nome do vice. Pedro Paulo é o preferido
Prouni terá mais de 240 mil bolsas no segundo semestre
Brasil
Prouni terá mais de 240 mil bolsas no segundo semestre
Projeto de Judô transforma vida de 280 crianças em Japeri
Baixada Fluminense
Projeto de Judô transforma vida de 280 crianças em Japeri

Governador destaca programas e políticas de transição energética durante FITS Energia

Maior produtor nacional de gás natural, Rio de Janeiro trabalha para ser referência na transição energética
Foto: Rafael Campos

O governador Cláudio Castro participou nesta terça-feira (15.08), do Fórum Global de Inovação e Tecnologia em Sustentabilidade (FITS Energia). No evento, que ocorreu na sede da Sebrae Rio, foram discutidos programas e políticas de transição energética no processo de produção e oferta de serviços sustentáveis. Importantes nomes do setor de energia participaram, como o Secretário Estadual de Energia e Economia do Mar, Hugo Leal, a diretora executiva do FITS, Lúcia Martins e o diretor superintendente do Sebrae Rio, Antônio Alvarenga.

“O Rio de Janeiro voltou a ser reconhecido pelo seu crescimento. Hoje temos o segundo maior parque fabril do país, atividade essencial e estratégica para alavancar a economia nos mais diversificados segmentos. Além disso, estamos caminhando para ser referência na transição energética: 73% da produção do gás natural do Brasil vem do nosso estado. Esse encontro é essencial para que possamos transformar debates em excelentes ações”, declarou o governador Cláudio Castro.

O fórum gratuito teve quatro painéis temáticos. O primeiro abordou o petróleo como vocação do Estado do Rio de Janeiro. O segundo discutiu a importância do gás natural como combustível da transição. O terceiro painel trouxe informações sobre o Biometano como vetor de descarbonização. E para fechar o dia, foram discutidos os desafios da implantação de usinas eólicas offshore e da produção de hidrogênio.

“Energia e economia do mar são dois temas que estão cada vez mais presentes nos debates. O Rio de Janeiro trabalha na descarbonização da matriz energética, somos reconhecidos como grande potência nacional e internacional. Em encontros como esse, aproximamos o poder Executivo de quem, de fato, conhece as necessidades do setor, possibilitando o desenvolvimento de políticas públicas mais eficientes e direcionadas”, afirmou o secretário de estado de Energia e Economia do Mar e presidente do Fórum Nacional dos Secretários Estaduais de Minas e Energia, Hugo Leal.

Foto: Rafael Campos

Durante o evento, Cláudio Castro destacou que o Rio de Janeiro é o segundo maior produtor de biogás do país, o primeiro em biometano e que ocupa a segunda posição no ranking nacional de geração solar fotovoltaica. E ainda enfatizou que 35% de toda exportação de petróleo do Brasil ocorre no Porto do Açu.

O FITS Energia já realizou 10 edições nos últimos cinco anos, atraindo mais de 20 mil participantes e contando com a presença de 489 palestrantes renomados do Brasil e do exterior. O evento é considerado crucial para debater e avançar as áreas de energia, inovação e sustentabilidade do estado.

“O Fórum Global de Inovação e Tecnologia em Sustentabilidade é de grande importância para o fomento da inovação e da tecnologia, com atenção ao processo produtivo, à competitividade, ao empreendedorismo, à educação e ao desenvolvimento sustentável em suas três dimensões: ambiental, econômica e social. O FITS 2023 cria um ambiente para tratarmos dos desafios e oportunidades à luz do cenário global relacionados a essas questões”, disse o diretor-superintendente do Sebrae Rio, Antônio Alvarenga.