Ouça agora

Ao vivo

Rio das Ostras fecha ruas para oferecer mais segurança no Jazz e Blues
Costa do Sol
Rio das Ostras fecha ruas para oferecer mais segurança no Jazz e Blues
Defesa Civil de Macaé divulga comunicado sobre rajadas de vento na região
Norte Fluminense
Defesa Civil de Macaé divulga comunicado sobre rajadas de vento na região
Defesa Civil de Angra presta auxílio ao Rio Grande do Sul
Angra dos Reis
Defesa Civil de Angra presta auxílio ao Rio Grande do Sul
Assistência Social registra quase 3 mil atendimentos no mutirão do CadÚnico
Maricá
Assistência Social registra quase 3 mil atendimentos no mutirão do CadÚnico
Cinema e cultura popular são os destaques da semana no II Festival de Artes de Nova Iguaçu
Nova Iguaçu
Cinema e cultura popular são os destaques da semana no II Festival de Artes de Nova Iguaçu
Polícia Civil faz operação contra venda ilícita de cobre em diversas regiões do RJ
Estado
Polícia Civil faz operação contra venda ilícita de cobre em diversas regiões do RJ
Lojistas cariocas esperam aumento de 4% nas vendas para o 12 de Junho
Rio de Janeiro
Lojistas cariocas esperam aumento de 4% nas vendas para o 12 de Junho

Golpes do Desenrola no WhatsApp e redes sociais roubam dados e pedem pagamentos

Primeira etapa do programa do governo de renegociação de dívidas começou na segunda (17) e é válida para débitos em aberto com bancos

As principais redes sociais e aplicativos de conversa, como WhatsApp, Instagram e Facebook, já têm golpes do Desenrola, novo programa de renegociações de dívida do governo federal, circulando com anúncios e mensagens falsas que tentam roubar dados e dinheiro dos usuários.

As postagens, no geral, simulam condições vantajosas de descontos para as dívidas ou oferecem mais informações em troca de cadastro, e pedem dados, pagamentos online ou divulgam telefones e links falsos para contato.

Foto: Montagem

Essas “iscas” são usadas para que os golpistas consigam dados pessoais das vítimas, como nome, endereço, CPF, conta bancária e outros, o que permite que eles consigam, por exemplo, acessar suas contas, fazer compras com o cartão de crédito ou ter acesso a seus perfis em redes sociais para pedir dinheiro a amigos e familiares.

O Ministério da Fazenda alerta que todas as negociações do programa são feitas apenas diretamente com o banco onde o cliente tem conta ou por meio da plataforma especial do programa que ainda será lançada. Ela só poderá ser acessada por meio do Gov.br, o site de cadastro oficial para todos os programas e serviços do governo.

Qualquer forma de contato ou acesso diferente destas deve ser checada e evitada, alertou o ministério em nota.