Ouça agora

Ao vivo

Procon e Conselho de Veterinária fazem fiscalização e interditam clínicas na zona norte do Rio
Estado
Procon e Conselho de Veterinária fazem fiscalização e interditam clínicas na zona norte do Rio
Governo se reúne com professores e servidores federais em greve para discutir revisão de carreira
Destaque
Governo se reúne com professores e servidores federais em greve para discutir revisão de carreira
Rio das Ostras e Senac RJ oferecem curso gratuito no setor de Gastronomia
Costa do Sol
Rio das Ostras e Senac RJ oferecem curso gratuito no setor de Gastronomia
Workshop de atendimento segue com inscrições abertas
Angra dos Reis
Workshop de atendimento segue com inscrições abertas
Maricá lança ferramenta de segurança nas escolas
Maricá
Maricá lança ferramenta de segurança nas escolas
Nova Iguaçu recebe mais uma edição da Festa de São Jorge
Nova Iguaçu
Nova Iguaçu recebe mais uma edição da Festa de São Jorge
Governador Cláudio Castro nomeia novo secretário de Polícia Militar
Estado
Governador Cláudio Castro nomeia novo secretário de Polícia Militar

Fundo de previdência de Niterói cresce quase 10.000% em 10 anos

Saldo disponível no NitPrev é suficiente para bancar despesas com aposentadorias e pensões por 35 anos.
Foto: Reprodução

Em 10 anos, a Prefeitura de Niterói aumentou em quase 10.000% o valor do fundo previdenciário dos servidores municipais. Em 2012, a carteira de investimentos da cidade era de cerca de R$ 13,4 milhões. Até maio deste ano, o fundo já contava com R$1,3 bilhão. De acordo com a Niterói Previdência (NitPrev), o saldo disponível é suficiente para bancar despesas com aposentadorias e pensões por 35 anos, considerando todos os servidores da cidade.

Embora o número mostre um alto crescimento, também cabe destacar que a situação do fundo previdenciário era crítico no passado. Durante o período, vários desafios enfrentados pelos fundos de previdência em todo o Brasil.

Os problemas mais comuns enfrentados envolviam a diferença entre os compromissos futuros de pagamento de aposentadorias e pensões e os recursos disponíveis. Esse déficit é causado por vários fatores, como o envelhecimento da população, a má gestão dos recursos, as pressões financeiras enfrentadas pelos municípios e a legislação previdenciária.

Para solucionar a equação, as prefeituras precisam adotar medidas para equilibrar suas contas, como aumentar a contribuição dos servidores, revisar os benefícios concedidos e renegociar as dívidas. O presidente da NitPrev, Moacir Linhares, comemora o marco de sucesso.

“Nosso fundo previdenciário cresceu muito mais do que qualquer índice econômico acumulado nesses últimos anos”, destaca o gestor.