Ouça agora

Ao vivo

Lojistas cariocas esperam aumento de 4% nas vendas para o 12 de Junho
Rio de Janeiro
Lojistas cariocas esperam aumento de 4% nas vendas para o 12 de Junho
Papa emite um raro pedido de desculpas por suposto uso de palavra homofóbica em italiano
Mundo
Papa emite um raro pedido de desculpas por suposto uso de palavra homofóbica em italiano
Brasil recupera desempenho de alfabetização do período pré-pandêmico
Brasil
Brasil recupera desempenho de alfabetização do período pré-pandêmico
Número de jovens que não estudam nem trabalham cresce para 5,4 milhões
Destaque
Número de jovens que não estudam nem trabalham cresce para 5,4 milhões
Assistência Social de Belford Roxo abre inscrições para acolhimento familiar de crianças e adolescentes
Baixada Fluminense
Assistência Social de Belford Roxo abre inscrições para acolhimento familiar de crianças e adolescentes
Estado anuncia a criação de projeto piloto de prevenção de tragédias climáticas em nove cidades
Estado
Estado anuncia a criação de projeto piloto de prevenção de tragédias climáticas em nove cidades
Espanha, Irlanda e Noruega reconhecem o Estado da Palestina
Mundo
Espanha, Irlanda e Noruega reconhecem o Estado da Palestina

Frota de combate a incêncios da UE ganha reforços de Portugal e Bruxelas

O ano de 2023 teve uma das piores épocas de incêndios florestais já registradas na UE, o que justificou reforçar a frota aérea de combate ao fogo.
Foto: Paulo Novais

A frota especial da União Europeia (UE) de combate a fogos florestais, ganhou reforços com a ajuda de Portugal, que contribui com dois aviões, no intuito de auxiliar no plano de prevenção dos incêndios na Europa. Bruxelas também anunciou reforços com bombeiros e aeronaves. Serão posicionados 556 bombeiros de 12 países em locais específicos.

De acordo com o comunicado divulgado nesta terça-feira (14) pela Comissão Europeia, o contingente de bombeiros serão colocado em locais estratégicos da UE, como Portugal, Espanha, França e Grécia e estará pronto a ajudar no combate aos incêndios e minimizar o impacto devastador do fogo na vida das pessoas, nas casas e ambiente.

A União européia constituiu uma frota especial, para este verão, terão 32 aeronaves de combate a incêndios, composta por 28 aviões e quatro helicópteros em dez Estados-membros, incluindo Portugal, com dois aviões. A ajuda das equipes da UE aos incêndios florestais acontece sempre que o país não consegue mais dar uma resposta a nível nacional. Entre os seus equipamentos estão avião de evacuação médica, aparelhos médicos e hospitais de campanha que podem atender emergências de saúde causadas pelos incêndios.

A Comissão Europeia destinou também um pacote financeiro de € 600 milhões para facilitar a aquisição de mais 12 aeronaves, que serão repartidas entre seis países do bloco.

O ano de 2023 teve uma das piores épocas de incêndios florestais já registradas na UE, o que justificou reforçar a frota aérea de combate ao fogo.

O Mecanismo de Proteção Civil da UE foi ativado 10 vezes no ano passado, chamando o bloco a colaborar quer no combate a incêndios em Estados-membros e participantes (Islândia, Noruega, Sérvia, Macedónia, Montenegro, Turquia, Bósnia-Herzegovina, Albânia, Moldavia e Ucrânia), quer em países terceiros como Chile, Bolívia e Canadá.