Ouça agora

Ao vivo

Lojistas cariocas esperam aumento de 4% nas vendas para o 12 de Junho
Rio de Janeiro
Lojistas cariocas esperam aumento de 4% nas vendas para o 12 de Junho
Papa emite um raro pedido de desculpas por suposto uso de palavra homofóbica em italiano
Mundo
Papa emite um raro pedido de desculpas por suposto uso de palavra homofóbica em italiano
Número de jovens que não estudam nem trabalham cresce para 5,4 milhões
Destaque
Número de jovens que não estudam nem trabalham cresce para 5,4 milhões
Estado anuncia a criação de projeto piloto de prevenção de tragédias climáticas em nove cidades
Estado
Estado anuncia a criação de projeto piloto de prevenção de tragédias climáticas em nove cidades
Espanha, Irlanda e Noruega reconhecem o Estado da Palestina
Mundo
Espanha, Irlanda e Noruega reconhecem o Estado da Palestina
Comissão da Alerj quer fortalecimento das Cozinhas Solidárias para combater a insegurança alimentar no estado
Política
Comissão da Alerj quer fortalecimento das Cozinhas Solidárias para combater a insegurança alimentar no estado
Paes se reúne com Landim e afirma que pode desapropriar terreno para estádio do Flamengo
Esportes
Paes se reúne com Landim e afirma que pode desapropriar terreno para estádio do Flamengo

Fórum apresenta propostas para combate à violência doméstica e de gênero

São Gonçalo avança em políticas públicas para as mulheres
Foto: Fabio Guimarães

Com o objetivo de discutir e propor avanços para o enfrentamento à violência doméstica e de gênero contra a mulher, foi realizado o Fórum da Pré-Conferência Municipal de Políticas para as Mulheres de São Gonçalo, nesta sexta-feira (28).

Nas oficinas realizadas durante a reunião, que aconteceu no auditório do Colégio Municipal Presidente Castello Branco, foram sugeridas propostas necessárias para a implementação da política de enfrentamento à violência doméstica e de gênero contra a mulher em São Gonçalo, com eixos como prevenção, assistência e saúde, direito à segurança, justiça e combate à violência, e participação e controle social, sendo todos eles aprovados pela plenária, formada representantes da sociedade civil, instituições não governamentais e governamentais.

“Este evento representou um momento de reflexão quanto aos desafios e avanços que vivenciamos na implementação da política de enfrentamento à violência doméstica e de gênero contra a mulher no município, e de aprovação de propostas sugeridas entre os diversos representantes dos setores governamentais e não governamentais que compõem a rede de enfrentamento”, disse a subsecretária municipal de Políticas Públicas para as Mulheres, Ana Cristina da Silva.

Também estiveram presentes no fórum a presidente do Conselho Municipal de Defesa dos Direitos da Mulher de São Gonçalo, Elenice Baptista; e a Dra. Marília Boldt que ministrou a palestra com o tema “Avanços e Desafios no Enfrentamento à Violência Doméstica e de Gênero Contra a Mulher”.