Ouça agora

Ao vivo

Governo do Rio promove 3ª edição da ExpoRio Turismo nesta semana
Estado
Governo do Rio promove 3ª edição da ExpoRio Turismo nesta semana
Quadrilha Junina é reconhecida como manifestação cultural do Brasil
Cultura
Quadrilha Junina é reconhecida como manifestação cultural do Brasil
Bairros voltam a inundar em Porto Alegre e moradores têm que deixar suas casas
Destaque
Bairros voltam a inundar em Porto Alegre e moradores têm que deixar suas casas
Angra realiza ação para recolhimento de cavalos abandonados
Angra dos Reis
Angra realiza ação para recolhimento de cavalos abandonados
Portabilidade do saldo devedor do cartão de crédito começa em julho
Brasil
Portabilidade do saldo devedor do cartão de crédito começa em julho
Prefeitura do Rio lança linha do BRT que conecta os terminais Campo Grande e Deodoro
Rio de Janeiro
Prefeitura do Rio lança linha do BRT que conecta os terminais Campo Grande e Deodoro
Nova Iguaçu abre inscrições para a 6ª Conferência Municipal das Cidades
Nova Iguaçu
Nova Iguaçu abre inscrições para a 6ª Conferência Municipal das Cidades

Fluminense chegará ao oitavo jogo seguido sem repetir escalação

Fernando Diniz mandará a campo a oitava escalação diferente em oito jogos; última vez que conseguiu repetir o time foi diante do River Plate, na Argentina, em 7 de junho

O terceiro cartão amarelo recebido por Germán Cano vai impedir, pela oitava vez seguida, que Fernando Diniz faça algo que goste no Fluminense. A suspensão do camisa 14 para o jogo com o Coritiba obriga o técnico tricolor a mudar a equipe titular do Flu na partida da próxima rodada.

Além disso, por ser um dos pilares da equipe tricolor e artilheiro do Brasil no ano, a tendência é que o atacante argentino volte a campo na partida seguinte, o que tornaria a escalação diferente pela nona vez. O Fluminense recebe o Santos na 17ª rodada, no outro fim de semana e provavelmente ele retorna ao time titular.

Diniz é daqueles técnicos que gosta de ter um time titular. Apesar de fazer algumas mudanças, a intenção do treinador é trocar por questão física ou suspensão. E quem diz isso é o próprio técnico do Fluminense.

A última vez que Fernando Diniz conseguiu jogar com a mesma equipe em duas partidas seguidas foi na derrota para o River Plate, na Argentina, pela quinta rodada da fase de grupos da Libertadores. No revés do dia 7 de junho a equipe havia sido a mesma que venceu o Bragantino na nona rodada do Brasileirão.

Na ocasião, o time tricolor não tinha o lateral-esquerdo Marcelo, com dores na panturrilha e Diniz optou pela seguinte escalação: Fábio; Samuel Xavier, Nino, Felipe Melo e Guga; André, Martinelli, Lima, Ganso e Arias; Cano.

Nesse período de escalações diferentes, Diniz teve que mexer no time até quatro vezes entre um jogo e outro. Os únicos que titulares em todas as partidas foram Fábio e Lima. Entre suspensão, poupados por desgaste e opção do técnico, 19 jogadores foram titulares.

Desde o jogo com o River, o Flu teve duas vitórias, quatro empates e uma derrota com nove gols marcados e cinco sofridos.

O Fluminense volta a campo na próxima segunda-feira, quando enfrenta o Coritiba, às 19h (de Brasília), no Couto Pereira. A partida é válida pela 16ª rodada do Campeonato Brasileiro. O Flu é o quinto colocado, com 25 pontos, enquanto a equipe paranaense está em 18º, com 11.