Ouça agora

Ao vivo

Dia Mundial sem Tabaco é lembrado em Macaé
Norte Fluminense
Dia Mundial sem Tabaco é lembrado em Macaé
Maratona do Rio 2024 começa nesta quinta-feira com recorde de inscritos
Rio de Janeiro
Maratona do Rio 2024 começa nesta quinta-feira com recorde de inscritos
Prefeitura de Maricá divulga programação de Corpus Christi
Maricá
Prefeitura de Maricá divulga programação de Corpus Christi
Paraty e Angra dos Reis recebem lançamento de livro sobre a Costa Verde
Angra dos Reis
Paraty e Angra dos Reis recebem lançamento de livro sobre a Costa Verde
Prazo para adesão ao Desenrola Fies é prorrogado até 31 de agosto
Destaque
Prazo para adesão ao Desenrola Fies é prorrogado até 31 de agosto
Estudantes de Caxias ganham nova escola municipal bilíngue
Baixada Fluminense
Estudantes de Caxias ganham nova escola municipal bilíngue
Ocupação hoteleira na Região dos Lagos deve ultrapassar os 75% durante o feriadão de Corpus Christi
Costa do Sol
Ocupação hoteleira na Região dos Lagos deve ultrapassar os 75% durante o feriadão de Corpus Christi

Fiocruz propõe criação de cadeia de produtos para saúde no Mercosul

A medida visa reduzir a dependência externa de insumos essenciais dos países do bloco.
Foto: Divulgação

A Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) sugeriu durante o encontro do Comitê Ad Hoc para Promover a Expansão da Capacidade Produtiva Regional de Medicamentos, Imunizações e Tecnologias em Saúde, a criação de uma cadeia regional de produtos para saúde no âmbito do Mercosul como uma medida para reduzir a dependência externa dos países do bloco. A iniciativa visa garantir a produção de insumos essenciais, que são atualmente obtidos apenas por meio do mercado internacional pelos países membros.

A proposta foi defendida pelo vice-presidente de Produção e Inovação em Saúde da Fiocruz, Marco Krieger durante a reunião do Comitê, que foi criado em 2021 e se trata de uma instância do Mercosul para discussão de caminhos para a integração entre os diferentes países do bloco e para o enfrentamento de problemas comuns relacionados com o acesso a medicamentos, vacinas e tecnologias.

Marco Krieger enfatizou a importância de uma atuação conjunta entre os países do bloco, integrando a produção, e que aproveitassem as capacidades de cada Estado-membro. Ele também ressaltou a necessidade de identificar oportunidades para laboratórios públicos e privados, e as áreas em que há problemas sérios de suprimentos e que necessitam de estratégias específicas.

O encontro ocorreu ao longo dos últimos dois dias em Buenos Aires e contou com a participação de representantes do Brasil, Argentina, Paraguai e Uruguai.