Ouça agora

Ao vivo

Rio das Ostras fecha ruas para oferecer mais segurança no Jazz e Blues
Costa do Sol
Rio das Ostras fecha ruas para oferecer mais segurança no Jazz e Blues
Defesa Civil de Macaé divulga comunicado sobre rajadas de vento na região
Norte Fluminense
Defesa Civil de Macaé divulga comunicado sobre rajadas de vento na região
Defesa Civil de Angra presta auxílio ao Rio Grande do Sul
Angra dos Reis
Defesa Civil de Angra presta auxílio ao Rio Grande do Sul
Assistência Social registra quase 3 mil atendimentos no mutirão do CadÚnico
Maricá
Assistência Social registra quase 3 mil atendimentos no mutirão do CadÚnico
Cinema e cultura popular são os destaques da semana no II Festival de Artes de Nova Iguaçu
Nova Iguaçu
Cinema e cultura popular são os destaques da semana no II Festival de Artes de Nova Iguaçu
Polícia Civil faz operação contra venda ilícita de cobre em diversas regiões do RJ
Estado
Polícia Civil faz operação contra venda ilícita de cobre em diversas regiões do RJ
Lojistas cariocas esperam aumento de 4% nas vendas para o 12 de Junho
Rio de Janeiro
Lojistas cariocas esperam aumento de 4% nas vendas para o 12 de Junho

Filipe Toledo bate líder do ranking e é campeão em El Salvador

Brasileiro coloca Griffin Colapinto em combinação na final de Punta Roca e fatura 14º título de etapa do Circuito Mundial
Foto: WSL

Foi um título com gostinho de revanche para Filipe Toledo. Depois de ter perdido a final de Punta Roca para Griffin Colapinto no ano passado, o brasileiro se viu mais uma vez de frente para o americano na decisão da etapa da El Salvador da WSL. Nesta sexta-feira, porém, Filipinho deixou o atual líder do Circuito Mundial em combinação – quando nem uma nota 10,00 leva à virada. O atual campeão mundial vibrou muito no mar com a vitória. Foi campeão de Punta Roca.

Foi o segundo título de Filipinho nesta temporada – 14ª na carreira – e a segunda vitória sobre Colapinto em decisões no ano – levou a melhor em Sunste Beach (Havaí). O brasileiro igualou com o rival americano em finais – Griffin venceu os duelos em Peniche (Portugal) e Punta Roca no ano passado -, e empatou em confrontos na WSL: 3 a 3.

A vitória em Punta Roca fez Filipinho ultrapassar o compatriota João Chianca e assumir a segunda posição do ranking da WSL. Só não foi o suficiente para tirar de Griffin Colapinto a liderança, mas a distância entre os dois caiu para poucos pontos. O atual campeão mundial vai tentar voltar ao posto de número 1 do mundo em casa, na etapa de Saquarema, entre 23 de junho e 1º de julho.

Filipinho optou por deixar Griffin sozinho no outside no incício da decisão. O americano pegou a primeira onda, mas não conseguiu finalizar e tirou 4,00 pontos. O brasileiro conectou mais manobras na sua primeira tentativa e mesmo com uma onda pequena arrancou um 5,17. A liderança voltou por pouco tempo para as mãos de Griffin com um 4,47. Filipinho respondeu com um aéreo de 5,67 pontos.

Com 15 minutos para o fim, Griffin encaixou boas manobras e fechou a onda com um aéreo para tirar um 7,17 pontos e reassumir a ponta.

Com um mar difícil, com poucas ondas longas, Filipinho atacou as duas primeiras ondas sem sucesso nos primeiros minutos da semifinal. Havaiano filho de brasileiro, Ian Gentil esperou pela onda da série, conectou boas manobras e tirou um 5,50 pontos. O brasileiro respondeu com uma onda pouco menor, mas muito bem surfada até a junção para tirar um 6,50 pontos. O havaiano conseguiu um aéreo e tirou 5,27 pontos. Aí Filipinho respondeu com um aéreo, dois cutbacks e mais uma manobra na junção para tirar a primeira nota excelente do dia: 8,00 pontos.

Com boa vantagem, Filipinho esperou a onda da série e encaixou dois belos aéreos para conseguir um 8,67 pontos. Ian respondeu com um aéreo muito alto e tirou 8,60 pontos para sair da combinação, mas não teve tempo para buscar uma virada.

Semifinais
Ian Gentil (HAV) 14,87 x 16,67 Filipe Toledo (BRA)
Griffin Colapinto (EUA)
 15,50 x 9,26 Liam O’Brien (AUS)

Final
Filipe Toledo (BRA) x Griffin Colapinto (EUA)