Ouça agora

Ao vivo

Justiça reduz pena de condenado por morte de cinegrafista em protesto
Brasil
Justiça reduz pena de condenado por morte de cinegrafista em protesto
Bono, cachorro pentacampeão mundial de surf dog comemora aniversário no Rio
Destaque
Bono, cachorro pentacampeão mundial de surf dog comemora aniversário no Rio
Cláudio Castro se reúne com presidentes do Senado e da Câmara e defende regras mais duras para o combate ao crime
Destaque
Cláudio Castro se reúne com presidentes do Senado e da Câmara e defende regras mais duras para o combate ao crime
Governo cria sistema para emitir carteira para pessoa com TEA
Destaque
Governo cria sistema para emitir carteira para pessoa com TEA
Cantinas de prisões e hospitais penitenciários deixam de funcionar
Destaque
Cantinas de prisões e hospitais penitenciários deixam de funcionar
Estudantes de Maricá conquistam medalhas nos Jogos Escolares do Rio de Janeiro
Maricá
Estudantes de Maricá conquistam medalhas nos Jogos Escolares do Rio de Janeiro
Luiz Gonzaga será homenageado em Arraiá de Duque de Caxias
Destaque
Luiz Gonzaga será homenageado em Arraiá de Duque de Caxias

Em perseguição da polícia a ladrões de carro, bala perdida atinge sapato de menina de 7 anos

Ação conjunta da Polícia Civil e da Polícia Rodoviária Federal prendeu 2 suspeitos
Imagem: Divulgação TV Globo

Uma bala perdida atingiu o sapato de uma criança de 7 anos que estava dentro de um veículo em movimento na Rodovia Presidente Dutra, na região de Irajá, Zona Norte do Rio de Janeiro, durante um tiroteio na última terça-feira (19). A menina não sofreu ferimentos.

Naquele momento, as equipes da Polícia Civil do Rio de Janeiro e da Polícia Rodoviária Federal (PRF) estavam em perseguição a suspeitos como parte de mais uma fase da Operação Torniquete, que visava combater ladrões de veículos na região.

De acordo com informações da força-tarefa, dois indivíduos ligados a uma quadrilha com base na Vila do João, na comunidade da Maré, foram detidos. No entanto, as autoridades policiais não divulgaram detalhes adicionais sobre a situação da menina.

O desenrolar da perseguição envolveu a quadrilha da Vila do João, que já estava sob vigilância, e, de acordo com as investigações, era especializada em roubos de automóveis de alto valor, preferencialmente blindados.

Viaturas da Polícia Civil e da Polícia Rodoviária Federal montaram um cerco para abordar os ocupantes de um veículo na Rodovia Dutra, com base em informações de inteligência que indicavam que o carro estava sendo usado para cometer roubos na região. No entanto, o veículo não parou durante a abordagem, dando início a uma perseguição. Outro veículo, recentemente roubado, também foi identificado e seguido pelas equipes policiais.

A perseguição chegou a Irajá, nas proximidades de um shopping center, onde os criminosos abandonaram os carros devido ao congestionamento do tráfego na via. Eles abriram fogo contra os policiais, mas foram finalmente capturados. Com os suspeitos presos, as autoridades apreenderam uma pistola, um simulacro de pistola e um bloqueador de sinais.