Ouça agora

Ao vivo

PM prende homem com drogas em Macaé
Norte Fluminense
PM prende homem com drogas em Macaé
Segurança Presente resgata 42 pessoas de um suposto centro de reabilitação clandestino em Nova Iguaçu
Nova Iguaçu
Segurança Presente resgata 42 pessoas de um suposto centro de reabilitação clandestino em Nova Iguaçu
Anuário Brasileiro de Segurança Pública aponta redução das Mortes Violentas Intencionais no RJ
Destaque
Anuário Brasileiro de Segurança Pública aponta redução das Mortes Violentas Intencionais no RJ
Escola Municipal do Idoso está com inscrições abertas até o dia 23/07
Maricá
Escola Municipal do Idoso está com inscrições abertas até o dia 23/07
Colecionadores podem comprar selos em comemoração aos 50 anos da Hello Kitty
Destaque
Colecionadores podem comprar selos em comemoração aos 50 anos da Hello Kitty
Inscrições para o Prouni abrem nesta terça-feira (23)
Brasil
Inscrições para o Prouni abrem nesta terça-feira (23)
Cláudio Castro autoriza construção de três novos batalhões da PM
Destaque
Cláudio Castro autoriza construção de três novos batalhões da PM

Economia solidária será fortalecida com recriação do cadastro municipal

O cadastro municipal tem o objetivo de mapear e fomentar as atividades econômicas solidárias na cidade
Imagem: Divulgação Prefeitura do Rio

Com o objetivo de mapear e fomentar as atividades econômicas solidárias na cidade do Rio, promovendo o desenvolvimento local, a inclusão social e a geração de trabalho e renda, foi recriado o Cadastro Municipal de Economia Solidária do Município do Rio de Janeiro. Com início marcado para esta terça-feira (22/8), no circuito de feiras Rio Ecosol, na Praça Saens Peña, o CADSOL é uma importante ferramenta para o fortalecimento da economia solidária, que é baseada na cooperação, solidariedade e autogestão, enquanto a economia tradicional busca a competição e o lucro individual.

Desenvolvido pela Secretaria de Desenvolvimento Econômico Solidário, o CADSOL vai gerar um banco de dados com as atividades econômicas solidárias existentes na cidade, identificando suas características e potencialidades. As organizações cadastradas receberão apoio técnico e jurídico para sua legalização. O CADSOL também promoverá a divulgação das atividades por meio de eventos e publicações, oferecerá capacitação e facilitará a articulação com outros setores da economia, como comércio, turismo e agricultura familiar.

O cadastro permite que as organizações de economia solidária possam ser reconhecidas pelo poder público, ter acesso a políticas e programas de apoio e participar de redes de cooperação e comércio justo. Ele permite que o poder público tenha um controle maior sobre as iniciativas de economia solidária no município, evitando a atuação de organizações ilegais ou que não estejam de acordo com os princípios da economia solidária.