Ouça agora

Ao vivo

Procon e Conselho de Veterinária fazem fiscalização e interditam clínicas na zona norte do Rio
Estado
Procon e Conselho de Veterinária fazem fiscalização e interditam clínicas na zona norte do Rio
Governo se reúne com professores e servidores federais em greve para discutir revisão de carreira
Destaque
Governo se reúne com professores e servidores federais em greve para discutir revisão de carreira
Rio das Ostras e Senac RJ oferecem curso gratuito no setor de Gastronomia
Costa do Sol
Rio das Ostras e Senac RJ oferecem curso gratuito no setor de Gastronomia
Workshop de atendimento segue com inscrições abertas
Angra dos Reis
Workshop de atendimento segue com inscrições abertas
Maricá lança ferramenta de segurança nas escolas
Maricá
Maricá lança ferramenta de segurança nas escolas
Nova Iguaçu recebe mais uma edição da Festa de São Jorge
Nova Iguaçu
Nova Iguaçu recebe mais uma edição da Festa de São Jorge
Governador Cláudio Castro nomeia novo secretário de Polícia Militar
Estado
Governador Cláudio Castro nomeia novo secretário de Polícia Militar

DETRAN.RJ e INTO promovem painel de debates sobre segurança no trânsito

Entre os casos de acidentes de trânsito recebidos pelo Instituto em 2022, os que envolvem motos e atropelamentos foram os mais frequentes
Foto: Divulgação

Como parte das celebrações do Maio Amarelo, movimento internacional de conscientização para redução dos acidentes de trânsito, o Detran.RJ e o Instituto Nacional de Traumatologia e Ortopedia (INTO) reúnem, nesta terça-feira (30/05), motoristas, diretores de autoescolas, pacientes do hospital e gestores estaduais e municipais para discutir a segurança no trânsito.

Com o tema “Os impactos sociais e econômicos dos acidentes de trânsito na vida das pessoas”, o painel marca o encerramento das ações do Maio Amarelo desenvolvidas em parceria pelo Detran.RJ e pelo INTO. O evento começa às 8h, no auditório do hospital (Avenida Brasil, 500, no Caju).

A mesa de abertura contará com o presidente do Detran.RJ, Adolfo Konder; da diretora do INTO, Germana Bahr; o presidente da Sociedade Brasileira de Ortopedia e Traumatologia, João Matheus Guimarães; a Superintendente Estadual de Regulação da Secretaria de Estado de Saúde do Rio, Kitty Crawford; e a subsecretária municipal de Saúde, Fernanda Adães Britto.

“É muito importante para o Detran.RJ esta parceria com o INTO e com outros órgãos públicos e entidades da sociedade civil, com o objetivo de discutir medidas para reduzir os acidentes de trânsito no Estado do Rio. Já realizamos outras ações integradas. A segurança no trânsito é responsabilidade de todos”, diz o presidente do Detran.RJ, Adolfo Konder.

“Reunir representantes do estado e do município em um evento como este é um ponto de partida importante para que ações integradas e colaborativas para a melhoria da segurança no trânsito sejam pensadas”, afirma a diretora do INTO, Germana Bahr.

A mesa de debates contará com a presença de Manoela Morgado e Enza Taddei, do Centro de Apoio Pedagógico da Coordenadoria de Educação para o Trânsito do Detran.RJ; do porta-voz do Corpo de Bombeiros, Major Fábio Contreiras; do superintendente da Rede de Urgência e Emergência da Secretaria Municipal de Saúde do Rio, Paulo Silveira; e ainda de João Matheus Guimarães, da Sociedade Brasileira de Ortopedia e Traumatologia; de Kitty Crawford, da Secretaria de Estado de Saúde; e Germana Bahr, do INTO.

Além dos debates, o evento terá uma série de atividades práticas e interativas para ampliar a conscientização sobre o tema. Entre elas, a experiência conduzida pela Coordenadoria de Educação para o Trânsito do Detran.RJ com óculos virtuais que simulam efeitos de embriaguez, alertando sobre os riscos de conduzir veículos sob efeito de substâncias entorpecentes. O Coral Canta Detran.RJ, que reúne funcionários do órgão, fará apresentação especial no evento.

O objetivo é reforçar entre os participantes da ação – sobretudo os diretores dos Centros de Formação de Condutores (CFCs), que atuam como agentes multiplicadores – a importância do trânsito seguro. Levantamento realizado pelo INTO, ao longo do ano passado, mostra que os acidentes envolvendo motociclistas e os atropelamentos estão entre os principais sofridos por pacientes encaminhados de outras unidades de saúde para o instituto.