Ouça agora

Ao vivo

Dia Mundial sem Tabaco é lembrado em Macaé
Norte Fluminense
Dia Mundial sem Tabaco é lembrado em Macaé
Maratona do Rio 2024 começa nesta quinta-feira com recorde de inscritos
Rio de Janeiro
Maratona do Rio 2024 começa nesta quinta-feira com recorde de inscritos
Prefeitura de Maricá divulga programação de Corpus Christi
Maricá
Prefeitura de Maricá divulga programação de Corpus Christi
Paraty e Angra dos Reis recebem lançamento de livro sobre a Costa Verde
Angra dos Reis
Paraty e Angra dos Reis recebem lançamento de livro sobre a Costa Verde
Prazo para adesão ao Desenrola Fies é prorrogado até 31 de agosto
Destaque
Prazo para adesão ao Desenrola Fies é prorrogado até 31 de agosto
Estudantes de Caxias ganham nova escola municipal bilíngue
Baixada Fluminense
Estudantes de Caxias ganham nova escola municipal bilíngue
Ocupação hoteleira na Região dos Lagos deve ultrapassar os 75% durante o feriadão de Corpus Christi
Costa do Sol
Ocupação hoteleira na Região dos Lagos deve ultrapassar os 75% durante o feriadão de Corpus Christi

Denver se recupera, vira o jogo e é campeão da NBA

Nikola Jokic conquista o MVP das finais em sua primeira aparição.
Foto: ESPN

O Denver Nuggets de Murray, Jokic e companhia fez história e é campeão da temporada de 2023 da NBA. A franquia enterrou de maneira épica o Miami Heat ao vencer o rival por 94 a 89, fechou a série em 4-1 e garantiu o seu primeiro título da liga.

Quem também ganhou o primeiro título de NBA foi o craque Nikola Jokic. O sérvio de 28 anos, grande destaque dos Nuggets, fez 28 pontos, deu 4 assistências e pegou 16 rebotes. Jokic igualou a Giannis com mais duplos-duplos em uma pós temporada.

A vitória de hoje sobre o Heat coroa a dinastia Jokic-Murray. A dupla, mais uma vez, se destacou e levou os fãs ao êxtase dentro de uma lotada Ball Arena, que contou com quase 20 mil torcedores.

Início pegado e equilibrado. Os visitantes até engataram um 5 a 0, mas viram os Nuggets entrarem no jogo: foram 12 pontos seguidos para os donos da casa. O problema para os mandantes é que Adebayo e Strus mostraram inspiração e viraram o jogo antes do final do primeiro quarto, que acabou em 24 a 22 para o Heat.

O segundo quarto teve domínio do time de Miami, que viu seu principal astro aparecer: foi a partir de Butler — com nova “ajudinha” de Adebayo — que a vantagem acabou construída. Murray, por outro lado, errou bastante e encerrou o 1° tempo com apenas quatro pontos. A metade inicial do duelo terminou em 51 a 44 para o Heat.

Murray e Jokic finalmente mostraram suas credenciais no terceiro quarto e neutralizaram as ações rivais. Canadense e sérvio ganharam a companhia dos inspirados Michael Porter Jr. e Aaron Gordon, que tiraram a desvantagem e chegaram a colocar os mandantes em vantagem. Kyle Lowry, no entanto, encerrou a etapa em 71 a 70 para o Heat.

As bolas começaram a cair, de fato, no último quarto, quando o duelo ganhou ainda mais dinâmica e contornos de tensão. Butler chamou o jogo e marcou 11 pontos seguidos para o Heat, mas Jokic se agigantou e, “possuído”, fez a diferença para os Nuggets, que venceram e ficaram com o título inédito.

Foto: BR