Ouça agora

Ao vivo

Governo Federal não aceita negociar com servidores do INSS e greve é mantida
Brasil
Governo Federal não aceita negociar com servidores do INSS e greve é mantida
Primeira pesquisa depois de atentado mostra empate técnico entre Biden e Trump nos EUA
Destaque
Primeira pesquisa depois de atentado mostra empate técnico entre Biden e Trump nos EUA
Irmãos Brazão negam envolvimento com milicianos do Rio de Janeiro
Política
Irmãos Brazão negam envolvimento com milicianos do Rio de Janeiro
Justiça considera que Uber é responsável por itens pedidos em entregas
Destaque
Justiça considera que Uber é responsável por itens pedidos em entregas
Mega-sena acumula novamente e prêmio chega a R$ 47 milhões
Brasil
Mega-sena acumula novamente e prêmio chega a R$ 47 milhões
Servidores do INSS entram em greve a partir dessa terça-feira (16/07)
Brasil
Servidores do INSS entram em greve a partir dessa terça-feira (16/07)
Maricá das Artes realiza dois saraus culturais em julho
Cultura
Maricá das Artes realiza dois saraus culturais em julho

Crise no Vasco deixa dirigentes mais ameaçados em seus cargos do que o técnico Barbieri

A 777 Partners e o Conselho de Administração da SAF estão insatisfeitos com Luiz Mello, CEO do clube, que exerce pressão e interfere no dia a dia do diretor de futebol Paulo Bracks.
Foto: Twitter

Há relatos até de jogadores que percebem a interferência de Luiz Mello, que é desconhecido no meio do futebol. Já Paulo Bracks é pressionado por sua atuação no mercado da bola e junto a Barbieri. Com isso, há movimentação no clube para consultar outros executivos para o lugar de Bracks. Pelo menos dois nomes já foram indicados, mas estão indisponíveis.

Luiz Mello, por sua vez, está chamando a responsabilidade porque também não sabe se irá ficar no Cruzmaltino.

O Vasco nega interferência direta de Mello nas funções de Paulo Bracks e afirma que o CEO apenas atua junto ao diretor executivo para tratar de transferências no mercado da bola.