Ouça agora

Ao vivo

Macaé ganha novas redes de esgoto na Aroeira
Norte Fluminense
Macaé ganha novas redes de esgoto na Aroeira
Itaipuaçu recebe evento Passaporte em Ação
Maricá
Itaipuaçu recebe evento Passaporte em Ação
Petrópolis tem 82 hectares de área queimada no primeiro semestre do ano
Destaque
Petrópolis tem 82 hectares de área queimada no primeiro semestre do ano
Eleições Municipais têm mulheres como maioria do eleitorado, revela TSE
Brasil
Eleições Municipais têm mulheres como maioria do eleitorado, revela TSE
Eduardo Paes lança candidatura à reeleição, mas ainda sem o nome do vice. Pedro Paulo é o preferido
Política
Eduardo Paes lança candidatura à reeleição, mas ainda sem o nome do vice. Pedro Paulo é o preferido
Prouni terá mais de 240 mil bolsas no segundo semestre
Brasil
Prouni terá mais de 240 mil bolsas no segundo semestre
Projeto de Judô transforma vida de 280 crianças em Japeri
Baixada Fluminense
Projeto de Judô transforma vida de 280 crianças em Japeri

Criança com camisa do Vinicius Jr é alvo de injúria racial na Espanha

Menina de oito anos vestia camisa do Real Madrid com nome do brasileiro no clássico no Metropolitano, e tia relata xingamentos de "macaco" e até ameaça de morte contra menor
Foto: Reprodução

A tia de uma criança de oito anos relatou uma série de injúrias raciais contra a sobrinha por usar a camisa de Vinicius Junior, do Real Madrid, próximo de torcedores radicais do Atlético de Madrid, no clássico do último domingo, no Metropolitano, pelo Campeonato Espanhol. De acordo com o relato, a menina foi ameaçada de morte pelos ultras colconheros nos arredores do estádio.

Por conta do episódio, a tia apresentou queixa na polícia espanhola, relatando ter ouvido gritos de “fora vikingos de merda”, madridistas filhos da p***, saiam daqui que vamos cortar sua boca e matar vocês”. A LaLiga denunciou o caso ao Ministério Público da Espanha.

Vinicius Junior foi alvo de racismo na Espanha variadas vezes na temporada passada. Algumas delas foram também em clássico entre Real Madrid e Atlético de Madrid. Em setembro de 2022, torcedores colchoneros chamaram o brasileiro de “macaco de m****”. Em janeiro deste ano, um boneco foi utilizado para simular o enforcamento do jogador.