Ouça agora

Ao vivo

Governo do Rio promove 3ª edição da ExpoRio Turismo nesta semana
Estado
Governo do Rio promove 3ª edição da ExpoRio Turismo nesta semana
Quadrilha Junina é reconhecida como manifestação cultural do Brasil
Cultura
Quadrilha Junina é reconhecida como manifestação cultural do Brasil
Bairros voltam a inundar em Porto Alegre e moradores têm que deixar suas casas
Destaque
Bairros voltam a inundar em Porto Alegre e moradores têm que deixar suas casas
Angra realiza ação para recolhimento de cavalos abandonados
Angra dos Reis
Angra realiza ação para recolhimento de cavalos abandonados
Portabilidade do saldo devedor do cartão de crédito começa em julho
Brasil
Portabilidade do saldo devedor do cartão de crédito começa em julho
Prefeitura do Rio lança linha do BRT que conecta os terminais Campo Grande e Deodoro
Rio de Janeiro
Prefeitura do Rio lança linha do BRT que conecta os terminais Campo Grande e Deodoro
Nova Iguaçu abre inscrições para a 6ª Conferência Municipal das Cidades
Nova Iguaçu
Nova Iguaçu abre inscrições para a 6ª Conferência Municipal das Cidades

Cremerj não aceita recurso e mantém cassação do registro de Dr. Jairinho

Defesa do ex-vereador havia recorrido da decisão em março deste ano, após anúncio do órgão
Foto: Renan Olaz/Câmara Municipal de Vereadores do Rio de Janeiro

O Conselho Regional de Medicina do estado do Rio de Janeiro (Cremerj) manteve a cassação do registro de Dr. Jairinho, em plenária na tarde desta terça-feira (18). O ex-vereador recorreu da decisão em março deste ano, após o anúncio da cassação definitiva. Jairinho está preso desde o dia 8 de abril de 2021 acusado de envolvimento na morte do menino Henry Borel, de quatro anos.

De acordo com o órgão, o pedido foi apreciado pelos conselheiros e não foi acolhido. A cassação do registro é a punição mais alta, de acordo com a legislação vigente. O registro do ex-companheiro de Monique Medeiros, mãe de Henry Borel, já estava suspenso desde junho de 2021, mas a penalidade se tratava de uma interdição cautelar. Esta decisão é definitiva.

O ex-parlamentar é formado em medicina, mas nunca chegou a atuar na profissão. Jairinho está preso na Cadeia Pública Pedrolino Oliveira, no Complexo Penitenciário de Gericinó, na Zona Oeste, depois de ser indiciado por homicídio duplamente qualificado no caso do seu enteado, Henry Borel. Por causa do crime, em junho de 2021, a Câmara dos Vereadores determinou a cassação do mandato do político.