Ouça agora

Ao vivo

Comando de Polícia Rodoviária registra queda no número de acidentes com vítimas fatais durante o feriado de São Jorge
Destaque
Comando de Polícia Rodoviária registra queda no número de acidentes com vítimas fatais durante o feriado de São Jorge
Alerj aprova projeto para ampliar combate ao trabalho análogo à escravidão
Política
Alerj aprova projeto para ampliar combate ao trabalho análogo à escravidão
Prefeitura do Rio promove consulta pública sobre concessão de parques municipais
Rio de Janeiro
Prefeitura do Rio promove consulta pública sobre concessão de parques municipais
Maricá recebe prêmio destaque do artesanato na 16ª Rio Artes
Maricá
Maricá recebe prêmio destaque do artesanato na 16ª Rio Artes
Passagem de carretas interditará descida da serra de Petrópolis na madrugada de 25/04
Estado
Passagem de carretas interditará descida da serra de Petrópolis na madrugada de 25/04
Cidades do Rio podem ganhar “Café do Trabalhador”
Política
Cidades do Rio podem ganhar “Café do Trabalhador”
CBF divulga data e horário dos jogos da terceira fase da Copa do Brasil
Esportes
CBF divulga data e horário dos jogos da terceira fase da Copa do Brasil

Conselho do Atlético Mineiro aprova criação da SAF; Galo Holding terá 75% das ações

Aporte financeiro a ser utilizado para abater dívidas onerosas deve ser realizado entre setembro e outubro deste ano

O Conselho Deliberativo do Atlético aprovou, nesta quinta-feira (20), a criação da Sociedade Anônima do Futebol (SAF) do clube.

A votação ocorreu na sede de Lourdes, em Belo Horizonte, e também de forma remota. A associação terá 25% das ações da SAF. Já investidores serão acionistas majoritários e vão adquirir 75% das cotas por meio da empresa Galo Holding, criada para esta finalidade.

A maioria dos associados também votou positivamente para transferência de patrimônios do Atlético, como a Cidade do Galo e a Arena MRV, para a SAF. Para aprovação, eram necessários dois terços do Conselho, o que equivale a 273 votos.

A previsão é que os documentos de criação da SAF sejam confeccionados e assinados em agosto, assim como a aprovação dos órgãos reguladores. O aporte financeiro a ser utilizado para abater dívidas onerosas deve ser realizado entre setembro e outubro deste ano.

No projeto aprovado pelo Conselho nesta quinta-feira (20), o Atlético foi avaliado em R$ 2,1 bilhões. Na proposta feita pela Galo Holding, a SAF assumiria a dívida do clube, avaliada em R$ 1,8 bilhão neste momento. O aporte total da operação será de R$ 913 milhões, sendo que R$ 313 milhões seriam conversão de dívida com os 4Rs e R$ 600 milhões a injeção de dinheiro novo. Desses R$ 600 milhões, R$ 400 milhões seriam aportados pelos 4Rs (Rubens Menin, Rafael Menin, Renato Salvador e Ricardo Guimarães). Ainda haveria dois fundos de investimentos, com R$ 100 milhões de aporte de cada um deles.

Fonte: Atlético Mineiro

A associação, que seguiria com 25% de participação, terá poder de veto em algumas situações, como mudança de símbolos, cores e hino. O clube também poderia vetar alienação de bens e mudança de finalidade da Cidade do Galo, por exemplo.

Para as decisões do dia a dia, está prevista a criação de um Conselho de Administração. Nele, haveria seis representantes da Galo Holding, dois da associação (eleitos pelo Conselho Deliberativo) e um de um membro independente.

O Conselho Fiscal terá um indicado pela associação e dois pela Galo Holding (empresa que comprará 75% das ações da SAF).

A diretoria será composta por até nove membros: diretor presidente, diretor de operações, diretor de futebol, diretor financeiro, diretor jurídico, diretor comercial e os demais sem designação específica, com mandato de 3 anos.