Ouça agora

Ao vivo

Macaé ganha novas redes de esgoto na Aroeira
Norte Fluminense
Macaé ganha novas redes de esgoto na Aroeira
Itaipuaçu recebe evento Passaporte em Ação
Maricá
Itaipuaçu recebe evento Passaporte em Ação
Petrópolis tem 82 hectares de área queimada no primeiro semestre do ano
Destaque
Petrópolis tem 82 hectares de área queimada no primeiro semestre do ano
Eleições Municipais têm mulheres como maioria do eleitorado, revela TSE
Brasil
Eleições Municipais têm mulheres como maioria do eleitorado, revela TSE
Eduardo Paes lança candidatura à reeleição, mas ainda sem o nome do vice. Pedro Paulo é o preferido
Política
Eduardo Paes lança candidatura à reeleição, mas ainda sem o nome do vice. Pedro Paulo é o preferido
Prouni terá mais de 240 mil bolsas no segundo semestre
Brasil
Prouni terá mais de 240 mil bolsas no segundo semestre
Projeto de Judô transforma vida de 280 crianças em Japeri
Baixada Fluminense
Projeto de Judô transforma vida de 280 crianças em Japeri

Condenados por participação na morte de Rafael Mascarenhas, filho da atriz Cissa Guimarães, se entregam à Justiça

Uma decisão judicial determinou no fim do mês passado que Roberto Bussamra e Rafael Bussamra, pai e filho, voltassem à prisão pelo crime cometido em 2010
Imagem: Reprodução G1

Os dois indivíduos condenados pelo envolvimento na morte de Rafael Mascarenhas, filho da atriz Cissa Guimarães, se entregaram na Vara de Execuções Penais na noite de quarta-feira (13). No mês passado, uma decisão judicial ordenou que Roberto Bussamra e Rafael Bussamra, pai e filho, retornassem à prisão devido ao crime ocorrido em 2010.

Eles foram condenados por seu papel na morte de Rafael Mascarenhas em janeiro de 2015 e, desde maio deste ano, não tinham mais possibilidade de apelar a instâncias judiciais superiores.

Rafael Bussamra cumprirá três anos e seis meses de sua pena, que era de 12 anos e nove meses, pelo crime de homicídio culposo, sem intenção de matar, por atropelar Rafael em uma área fechada para carros. Seu pai, Roberto Bussamra, inicialmente condenado a oito anos e 11 meses, cumprirá três anos e 10 meses de pena por corrupção, com o regime de prisão semiaberto determinado pelo tribunal.

Assim que soube da decisão judicial, Cissa comemorou nas redes sociais: “13 anos! TREZE ANOS! E depois de um fim de semana de muita dor, vem um acalento e a esperança de justiça finalmente.”

O acidente ocorreu em 2010 no Túnel Acústico, na Gávea, Zona Sul do Rio, que estava fechado para o tráfego de veículos. Rafael foi atropelado enquanto andava de skate no local. A CET-Rio informou que naquela noite a pista permaneceu fechada ao tráfego de veículos das 1h10 às 4h10.