Ouça agora

Ao vivo

Dia Mundial sem Tabaco é lembrado em Macaé
Norte Fluminense
Dia Mundial sem Tabaco é lembrado em Macaé
Maratona do Rio 2024 começa nesta quinta-feira com recorde de inscritos
Rio de Janeiro
Maratona do Rio 2024 começa nesta quinta-feira com recorde de inscritos
Prefeitura de Maricá divulga programação de Corpus Christi
Maricá
Prefeitura de Maricá divulga programação de Corpus Christi
Paraty e Angra dos Reis recebem lançamento de livro sobre a Costa Verde
Angra dos Reis
Paraty e Angra dos Reis recebem lançamento de livro sobre a Costa Verde
Prazo para adesão ao Desenrola Fies é prorrogado até 31 de agosto
Destaque
Prazo para adesão ao Desenrola Fies é prorrogado até 31 de agosto
Estudantes de Caxias ganham nova escola municipal bilíngue
Baixada Fluminense
Estudantes de Caxias ganham nova escola municipal bilíngue
Ocupação hoteleira na Região dos Lagos deve ultrapassar os 75% durante o feriadão de Corpus Christi
Costa do Sol
Ocupação hoteleira na Região dos Lagos deve ultrapassar os 75% durante o feriadão de Corpus Christi

Caso Marielle: Após nova prisão, Cláudio Castro espera avanço na investigação do crime

Em uma postagem em uma rede social, ele parabenizou o ministro da Justiça e Segurança Pública, Flávio Dino, a Polícia Federal e o Ministério Público do Rio de Janeiro pelo trabalho realizado
Imagem: Reprodução

O governador do estado do Rio de Janeiro, Cláudio Castro, expressou sua esperança de que a investigação sobre o assassinato da vereadora Marielle Franco e do motorista Anderson Gomes avance significativamente com a prisão de mais um suspeito realizada pela Polícia Federal nesta segunda-feira. Em uma postagem em uma rede social, ele parabenizou o ministro da Justiça e Segurança Pública, Flávio Dino, a Polícia Federal e o Ministério Público do Rio de Janeiro pelo trabalho realizado.

Castro enfatizou que tanto Élcio de Queiroz, que fez a delação premiada, quanto Maxwell Simões, conhecido como Suel, preso pela PF, já haviam sido detidos anteriormente com base em investigações conduzidas pela Polícia Civil do Estado do Rio de Janeiro.

O governador ressaltou a importância da “união de esforços” no processo investigativo, visando à identificação do mandante do crime, que ele considera um “atentado à democracia”. Com a colaboração mútua das autoridades envolvidas, ele espera que a justiça seja feita e que a verdade por trás desse trágico episódio seja esclarecida.