Ouça agora

Ao vivo

Procon e Conselho de Veterinária fazem fiscalização e interditam clínicas na zona norte do Rio
Estado
Procon e Conselho de Veterinária fazem fiscalização e interditam clínicas na zona norte do Rio
Governo se reúne com professores e servidores federais em greve para discutir revisão de carreira
Destaque
Governo se reúne com professores e servidores federais em greve para discutir revisão de carreira
Rio das Ostras e Senac RJ oferecem curso gratuito no setor de Gastronomia
Costa do Sol
Rio das Ostras e Senac RJ oferecem curso gratuito no setor de Gastronomia
Workshop de atendimento segue com inscrições abertas
Angra dos Reis
Workshop de atendimento segue com inscrições abertas
Maricá lança ferramenta de segurança nas escolas
Maricá
Maricá lança ferramenta de segurança nas escolas
Nova Iguaçu recebe mais uma edição da Festa de São Jorge
Nova Iguaçu
Nova Iguaçu recebe mais uma edição da Festa de São Jorge
Governador Cláudio Castro nomeia novo secretário de Polícia Militar
Estado
Governador Cláudio Castro nomeia novo secretário de Polícia Militar

Campos lança nova etapa de “Mutirão da Saúde”, com proposta de zerar a fila de cirurgias

O total de recursos investidos neste mutirão será de R$ 9.315.503,88.
Foto: Reprodução

Até dezembro deste ano serão disponibilizados quatro mil procedimentos cirúrgicos para zerar a fila de cirurgias bariátricas, de catarata e gerais eletivas (hérnia, vesícula, ginecológica, cabeça e pescoço, urológicas e ortopédicas) existentes em Campos dos Goytacazes (RJ).

Os procedimentos estão previstos na sexta etapa do “Mutirão da Saúde”, lançada pelo prefeito Wladimir Garotinho nesta terça-feira (18). Segundo a diretora de Auditoria, Controle e Avaliação (DACA), Bruna Araújo, o pré-agendamento será feito através do site oficial da prefeitura ou presencialmente no Núcleo de Controle e Avaliação.

O núcleo funciona na Rua Voluntários da Pátria, nº 175, em frente ao prédio da secretaria de Saúde. “O total de recursos investidos neste mutirão será de R$ 9.315.503,88, entre verba federal, estadual e aporte municipal”, informa Wladimir Garotinho.

São vários os procedimentos ofertados; entre eles Exérese de cisto tireoglosso; Tireoidectomia parcial e total; Amigdalectomia e adenoidectomia; Colecistectomia e colecistectomia videolaparoscópica (retirada da vesícula); Hernioplastia epigástrica, incisional, inguinal (bilateral), inguinal /crural (unilateral) e umbilical; Reparo de rotura do manguito rotador.

Também está listados Tratamento cirúrgico de luxação recidivante / habitual de articulação; Reconstrução ligamentar intra-articular do joelho; Tratamento cirúrgico de rotura do menisco com meniscectomia; Extração endoscópica de cálculo em pelve renal; Ureterolitotripsia transureteroscópica; Histerectomia (por via vaginal); Histerectomia total; Histeroscopia cirúrgica com ressectoscópio, além de colpoperineoplastia anterior e posterior.

Bruna Araújo explica que “será feita uma análise desses pacientes, que passarão por uma consulta de triagem para, posteriormente, agendar os exames pré-operatórios, a consulta cardiológica para o risco cirúrgico e a consulta com o cirurgião que irá realizar a intervenção em um dos cinco hospitais contratualizados do município”. A rede conta com Hospital Plantadores de Cana (HPC), Sociedade Portuguesa de Beneficência, Santa Casa de Misericórdia, Hospital Escola Álvaro Alvim e Hospital Geral Dr. Beda. “A expectativa é zerar a fila nos próximos três ou quatro meses; vamos estender as inscrições até dezembro para que novas demandas sejam atendidas”, adianta Bruna.

“Para isso, utilizamos toda a rede contratualizada para podermos ter um maior número de procedimentos disponíveis e conseguir atender essa necessidade da população; vamos começar a trabalhar com a demanda existente diária, mas em um fluxo mais rápido e que permita ao paciente ter o seu procedimento atendido no tempo que ele espera”, detalha a diretora.

Um detalhe que também visa agilizar o procedimento é que o paciente já sairá da primeira consulta com a data prevista para a realização da cirurgia. Entre os documentos exigidos estão o pedido original do Sistema Único de Saúde (SUS), que é o encaminhamento médico; documentos pessoais; cartão do SUS; e todos os exames de imagem realizados até o momento.

“O paciente será preparado para que não perca tempo”, afirma Bruna Araújo concluindo: “Todo risco cirúrgico será feito através do Núcleo e de forma acompanhada, dando tempo para a realização dos exames, mas que também tenha o compromisso de concluir o seu processo o mais rápido possível”.