Ouça agora

Ao vivo

Procon e Conselho de Veterinária fazem fiscalização e interditam clínicas na zona norte do Rio
Estado
Procon e Conselho de Veterinária fazem fiscalização e interditam clínicas na zona norte do Rio
Governo se reúne com professores e servidores federais em greve para discutir revisão de carreira
Destaque
Governo se reúne com professores e servidores federais em greve para discutir revisão de carreira
Rio das Ostras e Senac RJ oferecem curso gratuito no setor de Gastronomia
Costa do Sol
Rio das Ostras e Senac RJ oferecem curso gratuito no setor de Gastronomia
Workshop de atendimento segue com inscrições abertas
Angra dos Reis
Workshop de atendimento segue com inscrições abertas
Maricá lança ferramenta de segurança nas escolas
Maricá
Maricá lança ferramenta de segurança nas escolas
Nova Iguaçu recebe mais uma edição da Festa de São Jorge
Nova Iguaçu
Nova Iguaçu recebe mais uma edição da Festa de São Jorge
Governador Cláudio Castro nomeia novo secretário de Polícia Militar
Estado
Governador Cláudio Castro nomeia novo secretário de Polícia Militar

Câmara de Nova Iguaçu aprova projeto que torna obrigatório ‘botão de pânico’ em escolas públicas da cidade

Medida passou por última votação e segue agora para apreciação pelo Poder Executivo.
Foto: Reprrodução

A Câmara Municipal de Nova Iguaçu aprovou, na última semana, Projeto de Lei que torna obrigatória a instalação de “botão do pânico”, nas escolas públicas da cidade. O dispositivo eletrônico de segurança vai se tornar um aliado da comunidade escolar de Nova Iguaçu no combate à violência.

“Nosso projeto visa trazer mais segurança no ambiente escolar, permitindo uma ação rápida das forças do Estado, que serão acionadas em caso da ocorrência de qualquer incidente”, explicou o vereador Maninho de Cabuçu, autor do Projeto.

Também votado em última discussão, foi aprovado projeto que determina a retirada de cabos e fiações da rede aérea excedentes e equipamentos sem uso instalados nos postes. As empresas públicas e privadas, prestadoras de serviços públicos por meio da rede aérea, serão obrigadas a remover tais fios e cabos. Os dois projetos serão levados à sanção do Executivo.

Os vereadores também apreciaram e votaram em 1ª discussão projeto que torna obrigatória a aquisição, por hospitais, clínicas e postos de saúde, de macas, camas e cadeiras de rodas para atendimento exclusivo às pessoas obesas. A medida vale para unidades de saúde públicas e privadas. O texto prevê advertência e multa em caso de descumprimento da lei.