Ouça agora

Ao vivo

Cláudio Castro se reúne com presidentes do Senado e da Câmara e defende regras mais duras para o combate ao crime
Destaque
Cláudio Castro se reúne com presidentes do Senado e da Câmara e defende regras mais duras para o combate ao crime
Governo cria sistema para emitir carteira para pessoa com TEA
Brasil
Governo cria sistema para emitir carteira para pessoa com TEA
Cantinas de prisões e hospitais penitenciários deixam de funcionar
Destaque
Cantinas de prisões e hospitais penitenciários deixam de funcionar
Estudantes de Maricá conquistam medalhas nos Jogos Escolares do Rio de Janeiro
Maricá
Estudantes de Maricá conquistam medalhas nos Jogos Escolares do Rio de Janeiro
Luiz Gonzaga será homenageado em Arraiá de Duque de Caxias
Destaque
Luiz Gonzaga será homenageado em Arraiá de Duque de Caxias
Coletivo Vista Minha Pele faz ação em Rio das Ostras
Costa do Sol
Coletivo Vista Minha Pele faz ação em Rio das Ostras
Angra reforça a atualização do CadÚnico
Angra dos Reis
Angra reforça a atualização do CadÚnico

Bruno Henrique marca e garante a vitória no Maracanã

Com o triunfo, o Rubro-Negro terá a vantagem de empatar no jogo de volta

O Flamengo teve dificuldades com a contra o Olimpia no Maracanã, mas conseguiu uma vitória por 1 a 0, em jogo de ida das oitavas de final da Libertadores nesta quinta-feira. Com o estádio lotado, o time da casa teve amplo controle de posse de bola e presença no ataque, mas a equipe paraguaia se fechou o tempo todo, mesmo perdendo, e tentou retardar o máximo o andamento da partida. Para sair do zero, o Flamengo recorreu a jogada histórica da dupla mágica: cruzamento de Gabigol e finalização de Bruno Henrique.

O time do técnico Arce cumpriu muito bem sua proposta de jogo. Na maior do tempo, os jogadores do Olimpia se fecharam e tiveram o mérito de frear a produção ofensiva do Flamengo. Praticamente, não foram ao ataque, mas em duas oportunidades, uma no primeiro tempo, e outra, no segundo, foram criadas chances claríssimas, com o Flamengo salvo pelo travessão. Quanto ao andamento do jogo, o Olimpia retardou os tiros de meta e cobranças de lateral, fez muitas faltas e gastou todas as substituições, com claro objetivo de levar a decisão para o próximo jogo com o mínimo de desvantagem. Lá em Assunção, o Olimpia será obrigado a vencer por mais de dois gols para se classificar.