Ouça agora

Ao vivo

Rio das Ostras fecha ruas para oferecer mais segurança no Jazz e Blues
Costa do Sol
Rio das Ostras fecha ruas para oferecer mais segurança no Jazz e Blues
Defesa Civil de Macaé divulga comunicado sobre rajadas de vento na região
Norte Fluminense
Defesa Civil de Macaé divulga comunicado sobre rajadas de vento na região
Defesa Civil de Angra presta auxílio ao Rio Grande do Sul
Angra dos Reis
Defesa Civil de Angra presta auxílio ao Rio Grande do Sul
Assistência Social registra quase 3 mil atendimentos no mutirão do CadÚnico
Maricá
Assistência Social registra quase 3 mil atendimentos no mutirão do CadÚnico
Cinema e cultura popular são os destaques da semana no II Festival de Artes de Nova Iguaçu
Nova Iguaçu
Cinema e cultura popular são os destaques da semana no II Festival de Artes de Nova Iguaçu
Polícia Civil faz operação contra venda ilícita de cobre em diversas regiões do RJ
Estado
Polícia Civil faz operação contra venda ilícita de cobre em diversas regiões do RJ
Lojistas cariocas esperam aumento de 4% nas vendas para o 12 de Junho
Rio de Janeiro
Lojistas cariocas esperam aumento de 4% nas vendas para o 12 de Junho

Brasil goleia Panamá com três gols de Ary Borges

Seleção brasileira mantém os 100% de aproveitamento em estreias de Mundiais.
Foto: AFP

O Brasil venceu o Panamá por 4 a 0, na manhã desta segunda-feira, na primeira rodada do Grupo F da Copa do Mundo Feminina. O grande destaque da partida foi a meio-campista Ary Borges, que marcou três gols e deu assistência para Bia Zaneratto completar a goleada. O Brasil construiu a vitória de forma tranquila, com 73% da posse de bola e 32 finalizações, sendo 10 no alvo.

Ary Borges foi o grande destaque da vitória brasileira e entrou para um seleto grupo a marcar três gols pelo Brasil em estreias de Copa do Mundo Feminina. Antes dela, apenas Pretinha (em 1999, contra o México), Sissi (também em 2019, contra o México) e Cristiane (em 2019, contra a Jamaica) fizeram o “hat-trick” no primeiro jogo de um Mundial.

A Rainha Marta começou a partida no banco de reservas, mas entrou em campo aos 30 do segundo tempo para fazer história. Atuando em sua sexta Copa do Mundo Feminina, a brasileira igualou feito da nigeriana Onome Ebi e a canadense Christine Sinclair. As três ficam atrás apenas de Formiga, que jogou em sete Mundiais.