Ouça agora

Ao vivo

Putin faz exigências para “negociar a paz” com a Ucrânia após encontro do G7
Mundo
Putin faz exigências para “negociar a paz” com a Ucrânia após encontro do G7
Justiça considera ilegal greve dos educadores de Macaé
Norte Fluminense
Justiça considera ilegal greve dos educadores de Macaé
Governo do estado cria Observatório do Feminicídio
Estado
Governo do estado cria Observatório do Feminicídio
Polícia Militar expande programas de polícia de proximidade na zona sul
Rio de Janeiro
Polícia Militar expande programas de polícia de proximidade na zona sul
Prédio no Centro Histórico de Petrópolis é destruído por incêndio
Região Serrana
Prédio no Centro Histórico de Petrópolis é destruído por incêndio
Termina hoje prazo para inscrição no Enem
Destaque
Termina hoje prazo para inscrição no Enem
RS receberá caravana do governo para garantir acesso a benefícios
Política
RS receberá caravana do governo para garantir acesso a benefícios

Botafogo vence o Grêmio e dispara na liderança do Brasileirão

Fogão suporta pressão do rival na Arena, cresce no segundo tempo e abre 10 pontos de vantagem na liderança
Foto: Reprodução

O Botafogo é cada vez mais líder do Campeonato Brasileiro. Na noite deste domingo, o time carioca foi até Porto Alegre enfrentar o vice-líder Grêmio e venceu por 2 a 0, em duelo pela 14ª rodada. Os donos da casa martelaram e criaram várias chances para abrir o placar durante boa parte do jogo, mas o Fogão mostrou que não é o ponteiro da tabela à toa. O time treinado por Cláudio Caçapa suportou bem a pressão, cresceu no segundo tempo e soube aproveitar os erros do rival para marcar os gols da vitória, com Eduardo e Carlos Alberto. Quem segura o líder?

Com a vitória, o Botafogo chegou aos 36 pontos e abriu 10 pontos de vantagem para o segundo colocado, que agora é o Flamengo. O Grêmio caiu a para a terceira colocação com os mesmos 26 pontos do rubro-negro carioca, mas atrás pelo saldo de gols.

Se a vantagem de 10 pontos na liderança não é suficiente, a torcida do Botafogo tem outro dado para ficar animada com a possibilidade de título do Brasileirão. Com 12 vitórias em 14 jogos, o time carioca igualou o Corinthians de 2017 com a melhor campanha dos pontos corridos após 14 rodadas. Não custa lembrar: o time paulista, então comandado por Fábio Carille, foi campeão naquele ano.

A vitória do Botafogo colocou fim a uma longa invencibilidade do Grêmio em sua Arena. O Tricolor era o única time da Série A que ainda não havia perdido em casa na temporada e estava há quase um ano sem conhecer derrota em seus domínios. A última vez foi em 26 de agosto do ano passado, há 10 meses, contra o Ituano, pela Série B do Brasileirão. O Tricolor vinha de uma sequência de 19 vitórias e cinco empates como mandante até o encontro com o líder do Brasileirão.

O primeiro tempo foi movimentado na Arena, com chances para os dois lados. O Grêmio fez valer o fator casa, tomou a iniciativa e teve as melhores oportunidades. O Tricolor conseguiu boas infiltrações pelo meio e também usou os dois laterais para criar as jogadas, com Reinaldo e João Pedro procurando Suárez. Aos 20, o uruguaio perdeu uma grande chance após passe rasteiro de João Pedro. Já o Botafogo teve sua melhor chance na bola parada. Em cobrança de falta de Eduardo no lado esquerdo, Cuesta cabeceou para o meio da área e Tiquinho Soares completou mandando para o fundo da rede. No entanto, depois da revisão do VAR, foi assinalado impedimento do zagueiro e o gol foi anulado. O Grêmio cresceu, criou oportunidades no fim, mas não foi suficiente para abrir o placar.

Parecia que o segundo tempo seria uma repetição da primeira etapa, com o Grêmio martelando. O time gaúcho teve mais uma boa chance logo aos quatro minutos. Após tabela com João Padro, Suárez ficou com o rebote e tentou encobrir Lucas Perri, mas acertou o travessão. O goleiro do Botafogo evitaria o gol dos donos da casa com duas duas grandes defesas aos 17, em finalizações de Suárez e Reinaldo. E também em outro chute de longa distância aos 28. A partir daí, os visitantes cresceram na partida e foram letais no ataque. Aos 29, Bruno Alves perdeu a bola para Segovia na linha lateral, e Di Placido rolou para Eduardo chegar batendo de primeira para abrir o placar. O Grêmio sentiu o baque, e o Botafogo tomou conta do jogo. No fim, aos 42, Reinaldo errou um passe no meio, e a bola passou por Segovia e Marlon Freitas até chegar a Carlos Alberto para ele fazer o segundo do Botafogo e liquidar a partida.

Os dois times voltam a campo no meio de semana. Na quarta-feira (12), às 19h, o Grêmio recebe o Bahia, na Arena, pelo jogo de volta das quartas de final da Copa do Brasil. No mesmo dia e horário, o Botafogo enfrenta o Patronato, pelo playoff de oitavas de final da Sul-Americana. Pelo Brasileirão, o Tricolor só volta a jogar no dia 22 contra o Atlético-MG, também em casa, pela 16ª rodada. Já o Fogão recebe o Bragantino no sábado (15), no Nilton Santos, às 21h, pela 15ª rodada.