Ouça agora

Ao vivo

Anuário Brasileiro de Segurança Pública aponta redução das Mortes Violentas Intencionais no RJ
Destaque
Anuário Brasileiro de Segurança Pública aponta redução das Mortes Violentas Intencionais no RJ
Escola Municipal do Idoso está com inscrições abertas até o dia 23/07
Maricá
Escola Municipal do Idoso está com inscrições abertas até o dia 23/07
Colecionadores podem comprar selos em comemoração aos 50 anos da Hello Kitty
Destaque
Colecionadores podem comprar selos em comemoração aos 50 anos da Hello Kitty
Inscrições para o Prouni abrem nesta terça-feira (23)
Brasil
Inscrições para o Prouni abrem nesta terça-feira (23)
Cláudio Castro autoriza construção de três novos batalhões da PM
Destaque
Cláudio Castro autoriza construção de três novos batalhões da PM
G20 inicia semana de encontros econômicos e sociais no Rio
Brasil
G20 inicia semana de encontros econômicos e sociais no Rio
Eleitorado do Rio de Janeiro será 4,6% maior nas eleições deste ano
Política
Eleitorado do Rio de Janeiro será 4,6% maior nas eleições deste ano

Botafogo arranca empate no Paraguai e se classifica na Sul-Americana

Gatito faz grandes defesas e impede reação dos paraguaios no Defensores del Chaco. Alvinegro enfrentará o Defensa y Justicia na próxima fase
Foto: Vítor Silva

O Botafogo está nas quartas de final da Copa Sul-Americana, mas muito graças ao goleiro Gatito Fernández. Após vencer no Nilton Santos por 2 a 1, o Alvinegro não teve boa atuação, mas conseguiu segurar a pressão do Guaraní-PAR e empatou por 0 a 0, nesta quarta-feira, no Defensores Del Chaco. O goleiro, que voltou ao estádio onde é um velho conhecido, foi decisivo com duas grandes defesas, impedindo com que Barceló e Camacho, em duas chances claras, abrissem o placar.

Classificado, o Botafogo enfrentará o Defensa y Justicia na próxima fase da Copa Sul-Americana. Assim, é mais um brasileiro garantir passagem e se junta a Corinthians e Fortaleza, até aqui (América-MG e Bragantino se enfrentam e um deles se somará a este grupo). A Conmebol ainda não oficializou as datas, mas os jogos serão disputados nas semanas dos dias 23 e 30 de agosto.

Herói do Botafogo na classificação, Gatito Fernández valorizou o resultado obtido, apesar do empate. Ele lembrou da força do Guaraní dentro de seus domínios e elogiou os companheiros. Também brincou ao falar de seu pai, que não esteve presente no Defensores del Chaco.

O primeiro tempo foi muito faltoso e disputado no Defensores del Chaco. Nem Botafogo nem Guaraní estiveram próximos do seu melhor futebol e o placar não foi alterado. Benítez, atacante da equipe paraguaia, teve as únicas chances claras de abrir o placar aproveitando uma falha na saída de bola de Philipe Sampaio. Acertou a trave numa delas.

No Botafogo, as mudanças na equipe de Bruno Lage a deixaram desentrosada. Em lances individuais, Matías Segovinha e Diego Hernández são os que estão chamando mais a responsabilidade. Substituindo Tiquinho Soares como centroavante, Junior Santos ainda não se encontrou na partida.

O lance de maior preocupação envolveu o lateral-direito JP Galvão, do Botafogo. Ele foi substituído reclamando de muitas dores no braço direito. No banco de reservas, foi ao choro. Di Plácido entrou em campo.

Já na segunda etapa, o Guaraní se lançou mais ao ataque e passou a dar espaço. O problema é que nenhuma das equipes conseguiu aproveitar as oportunidades criadas. Ambas poderiam ter deixado o Defensores del Chaco com a vitória, o que faz pensar que o empate foi um placar justo.

No Guaraní, a aposta foi pelos cruzamentos para a área, aproveitando a altura de Santander. Em duas oportunidades, os paraguaios tiveram grandes chances para marcar. Barceló e Camacho, de frente para o gol, tiveram duas chances claras de abrir o placar, mas pararam em Gatito Fernández.

Já o Botafogo teve diversos contra-ataques em superioridade numérica para matar a partida. Porém, por desorganização e individualismo, não conseguiu sequer finalizar com perigo. Só nos minutos finais, foram três ataques seguidos com quatro atletas alvinegros contra apenas dois defensores aurinegros. Nenhum resultou em gol.

Classificado, o Botafogo ultrapassou R$ 10 milhões em premiações na Copa Sul-Americana. Após superar o Guaraní-PAR, o clube embolsou 600 mil dólares (R$ 2,9 milhões, na cotação atual) aos cofres. O Alvinegro também igualou a melhor participação na Era Sul-Americana – alcançou este estágio nas edições de 2008 e 2009.