Ouça agora

Ao vivo

Cartórios podem renegociar dívidas enviadas a protesto
Destaque
Cartórios podem renegociar dívidas enviadas a protesto
Brasil encara Costa Rica na estreia da Copa América esta noite nos EUA
Esportes
Brasil encara Costa Rica na estreia da Copa América esta noite nos EUA
Governo do Rio promove 3ª edição da ExpoRio Turismo nesta semana
Estado
Governo do Rio promove 3ª edição da ExpoRio Turismo nesta semana
Quadrilha Junina é reconhecida como manifestação cultural do Brasil
Cultura
Quadrilha Junina é reconhecida como manifestação cultural do Brasil
Bairros voltam a inundar em Porto Alegre e moradores têm que deixar suas casas
Brasil
Bairros voltam a inundar em Porto Alegre e moradores têm que deixar suas casas
Rioprevidência alerta para suspensão do benefício de pensionista que não fez o recenseamento obrigatório em novembro
Estado
Rioprevidência alerta para suspensão do benefício de pensionista que não fez o recenseamento obrigatório em novembro
Portabilidade do saldo devedor do cartão de crédito começa em julho
Brasil
Portabilidade do saldo devedor do cartão de crédito começa em julho

Barra Mansa recebe ‘1ª Jornada do Turismo Fluminense’ e apresenta desdobramentos do Plano Estratégico TurismoRJ

Jornada começa em Barra Mansa, mas percorrerá todas as 12 regiões do Estado.
Foto: Reprodução

Com o objetivo de apresentar e discutir os desdobramentos do “Plano Estratégico TurismoRJ +10 Anos” em Planos de Ação Regionais, o município recebeu a ‘Jornada do Turismo Fluminense’, que foi realizado nesta quinta-feira (15), no auditório do Sesc, no bairro Ano Bom. Participaram representantes de 15 cidades do Vale do Café.

O evento é realizado pela Secretaria de Estado de Turismo (Setur-RJ), juntamente com TurisRio, Sebrae-RJ, ECG-TCE, UFF, Unirio e UFRRJ (professores parceiros do Programa Excelência), com a participação das Instâncias de Governança Regional (IGRs), órgãos municipais de turismo, COMTURs, trade local e agentes de desenvolvimento turístico (iniciativas pública e privada e sociedade civil).

De acordo com o secretário de Estado de Turismo, Gustavo Tutuca, o trabalho de gestão começou no final de 2020 e diante de muitas dificuldades impostas pela pandemia de Covid-19. “Não tínhamos horizonte claro de vacinação, enfrentando restrições sanitárias e o setor de turismo foi o que mais sofreu, sendo o primeiro a fechar e o último a abrir em sua plenitude. Notificamos a necessidade de ir ao interior, conversar com todas regiões para que pudéssemos planejar o momento da retomada e uma grande estruturação do Rio de Janeiro contemplando todas as 12 regiões”, citou Tutuca.

Ele ainda destaca que foram realizadas jornadas de turismo onde cada região foi visitada. “Ouvimos demandas, levamos conhecimento, e procuramos saber sobre cada particularidades e gargalos, buscando provoca soluções. Durante a jornada identificamos a necessidade de criar um projeto de desenvolvimento do turismo que seja de médio a longo prazo. Não podemos ficar reféns de cada secretário que passa pela pasta, a sociedade precisa ser marcada e necessita cobrar dos gestores públicos pelos próximos dez anos. Hoje, damos mais um passo, agora é compartilhar todo esse estudo com gestores locais e dividir as responsabilidades, não é só da Setur, todas as entidades que fazem o turismo circular precisam entender sua responsabilidade”, diz o secretário, informando que a jornada começa em Barra Mansa, mas percorrerá todas as 12 regiões do Estado mais uma vez.

Tutuca ainda destaca que o objetivo do Plano Estratégico é promover o destino Rio de Janeiro. “Cada região tem sua potencialidade, nosso trabalho está sendo atuar na promoção de todos eles. Percebemos que logo após da pandemia que a região do Sul do Estado foi uma das mais procuradas tudo por conta da localização geográfica e o turismo de natureza, fez com que aumentasse o fluxo de turismo e as potencialidades da região”, destaca.

Anfitrião do evento, o prefeito Rodrigo Drable cita que turismo vai além de cachoeiras, praias e montanhas. “Eu mesmo tive dificuldade de enxergar isso. Conversei com a rede hoteleira da cidade, sobre a altíssima taxa de ocupação que é decorrente do turismo de negócios. Investimos para que a cidade fosse referência em saúde para 29 cidades e potencializamos essa modalidade de turismo. Expandimos a demanda para restaurantes, hotéis. Percebemos também que o turismo religioso era potencial decorrente da reforma da Igreja de Amparo, local histórico fechado há muitos anos e tivemos um esforço imenso para restaurá-la o que atraiu o interesse de muitas pessoas pela cidade. Aconteceu que a Cúria Diocesana criou em Barra Mansa um novo santuário que no Estado são poucos. Fortalecendo mais uma vocação do turismo na cidade”, diz Drable.

 

Plano Regional

 

O coordenador do projeto Carlos Lidizia, que é professor programa de pós- graduação do turismo da Universidade Federal Fluminense (UFF), destaca que ao final da jornada haverá uma prévia do que seria um plano de ação regional. “A ideia é focar no turismo e alinhar ao plano estratégico. A questão mais importante é que o plano tem oito macro diretrizes, dentre delas a regionalização e interiorização, que está sendo amplamente fortalecido. A expectativa é que no plano apareça esse alinhamento e ações efetivas”, cita.

 

Cronograma 

 

15/6 (quinta-feira) – Vale do Café – Barra Mansa
22/6 (quinta-feira) – Serra Verde Imperial – Cachoeiras de Macacu
26/6 (segunda-feira) – Caminhos Coloniais – Sapucaia
05/7 (quarta-feira) – Agulhas Negras – Resende
12/7 (quarta-feira) – Costa Verde – Mangaratiba
19/7 (quarta-feira) – Costa do Sol – Macaé
25/7 (terça-feira) – Baixada Verde – São João de Meriti
02/8 (quarta-feira) – Caminhos da Mata – Silva Jardim
17/8 (quinta-feira) – Costa Doce – Campos dos Goytacazes
22/8 (terça-feira) – Caminhos da Serra – Trajano de Morais
31/8 (quinta-feira) – Águas do Noroeste – Itaperuna
12/9 (terça-feira) – Metropolitana – Niterói