Ouça agora

Ao vivo

Putin faz exigências para “negociar a paz” com a Ucrânia após encontro do G7
Mundo
Putin faz exigências para “negociar a paz” com a Ucrânia após encontro do G7
Justiça considera ilegal greve dos educadores de Macaé
Norte Fluminense
Justiça considera ilegal greve dos educadores de Macaé
Governo do estado cria Observatório do Feminicídio
Estado
Governo do estado cria Observatório do Feminicídio
Polícia Militar expande programas de polícia de proximidade na zona sul
Rio de Janeiro
Polícia Militar expande programas de polícia de proximidade na zona sul
Prédio no Centro Histórico de Petrópolis é destruído por incêndio
Região Serrana
Prédio no Centro Histórico de Petrópolis é destruído por incêndio
Termina hoje prazo para inscrição no Enem
Destaque
Termina hoje prazo para inscrição no Enem
RS receberá caravana do governo para garantir acesso a benefícios
Política
RS receberá caravana do governo para garantir acesso a benefícios

Arias cita janela positiva do Fluminense e relata frustração no Fla-Flu

Colombiano volta de suspensão, tem boa atuação no clássico com o Flamengo e diz ter "aprendido a lição" com expulsão diante do São Paulo
Foto: André Durão

O empate em 0 a 0 entre Fluminense e Flamengo na tarde do último domingo deixou alguns tricolores incomodados, principalmente pelo o que o time apresentou no segundo tempo. Mas não foram só eles. Os jogadores também ficaram frustrados com o resultado, como o colombiano Jhon Arias.

Voltando de suspensão depois de ter sido expulso contra o São Paulo após o apito final, o meia-atacante colombiano citou que o Flu não comemora o empate por ser uma equipe que joga para vencer. Ele não falou em resultado justo, mas citou que o resultado poderia ter sido diferente.

– Claramente (fica um gosto de frustração). Fluminense é um time que briga sempre para vencer, para ser protagonista. Não comemoramos o empate, principalmente, do jeito que foi. Acho que fomos superiores. É difícil falar de merecimento, mas acho que foi uma partida boa. Poderíamos ganhar, mas foi um jogo difícil. Flamengo é um time grande também no futebol.

Com a segunda janela de transferências na temporada, Jhon Arias não é mais o único colombiano no time do Fluminense. Agora, a equipe tricolor também tem Yony González e Leo Fernández. O primeiro ainda não reestreou, enquanto o uruguaio fez boa partida nos cerca de 30 minutos que esteve em campo no segundo tempo.]

Para Arias, a janela, como um todo, foi positiva para o Flu. As cinco contratações que o time fez no período já preenchem as possibilidades que existem de alteração na lista de inscritos pelo clube na Libertadores. A tendência, inclusive, é de que não venha mais jogadores para reforçar o elenco tricolor.

– Leo vai mostrar que é um grande jogador. Um grande jogador, na verdade, também é o Yony (González), um compatriota meu da Colômbia. Fluminense contratou muito bem. Foi uma janela positiva para nós. Se você pegar o Danielzinho, se pegar agora o Marlon… são caras que vão acrescentar muito no nosso time. Leo não é exceção. Vocês viram hoje que não é fácil estrear diante do Flamengo, com o Maracanã do jeito que estava. Particularmente, acho que ele foi muito bem. É um cara que nos vai ajudar e é bom para nós, porque vai melhorar.

– Todo time precisa, às vezes, da mudança. Quando se planeja algo e está sendo complicado de executar, temos jogadores capacitados para mudar o jogo. No primeiro tempo estava sendo um jogo mais complicado para nós, mesmo sendo bom para a gente, mas a entrada do Lelê ajudou muito porque ele é um grande jogador. Por isso, o Fluminense fez esse esforço para trazer ele no Carioca. Acho que nós fomos muito superiores no segundo tempo.

O Fluminense voltou a mostrar bom futebol diante do Flamengo, mas apenas durante o segundo tempo. Foi na etapa final, com a entrada de Lelê, que o Flu ameaçou mais e controlou o jogo, faltando só o gol. Por mais que tenha terminado em 0 a 0 e o gosto de frustração tenha ficado, o alento é que o time se portou bem diante do maior rival.

Outra boa notícia foi a volta do camisa 21 tricolor. Expulso após o apito final contra o São Paulo, Arias diz que apesar de não ter reclamado da forma acintosa como foi colocado na súmula, aprendeu a lição.

– O jogo de hoje foi bom para a gente. Foi uma partida bastante boa. Claro que tem coisas a melhorar, como sempre tem. Mas foi um jogo importante de uma sequência que começou contra o Inter. Com o Internacional foi esse jogo que despertou muitas coisas em nós. Foi um jogo extremamente bom. Hoje, foi essa continuidade e tomara que seja assim, que consigamos fazer nosso melhor e que o Fluminense consiga ser o melhor possível. Fiquei surpreso pela forma que fui expulso. Não falei (nada) na verdade. Nem xinguei o cara. Tomei esse momento para refletir e aprendi minha lição.

O elenco do Fluminense terá dois dias de folga antes de se reapresentar para a próxima rodada do Campeonato Brasileiro. O Flu volta a treinar na quarta-feira e enfrenta o Coritiba, pela 16ª rodada do Brasileirão, na segunda-feira, às 19h (de Brasília), no Couto Pereira. Com o empate no Fla-Flu, o Fluminense perdeu uma posição e agora é o quinto, com 25 pontos.