Ouça agora

Ao vivo

Putin faz exigências para “negociar a paz” com a Ucrânia após encontro do G7
Mundo
Putin faz exigências para “negociar a paz” com a Ucrânia após encontro do G7
Justiça considera ilegal greve dos educadores de Macaé
Norte Fluminense
Justiça considera ilegal greve dos educadores de Macaé
Governo do estado cria Observatório do Feminicídio
Estado
Governo do estado cria Observatório do Feminicídio
Polícia Militar expande programas de polícia de proximidade na zona sul
Rio de Janeiro
Polícia Militar expande programas de polícia de proximidade na zona sul
Prédio no Centro Histórico de Petrópolis é destruído por incêndio
Região Serrana
Prédio no Centro Histórico de Petrópolis é destruído por incêndio
Termina hoje prazo para inscrição no Enem
Destaque
Termina hoje prazo para inscrição no Enem
RS receberá caravana do governo para garantir acesso a benefícios
Política
RS receberá caravana do governo para garantir acesso a benefícios

Após alta do hospital, Gui visita jogadores do Vasco no CT

Vascaíno apaixonado, menino de 8 anos viralizou após acordar de coma depois de 16 dias
Foto: Vasco

Após receber alta do hospital, na última terça, o pequeno vascaíno Guilherme Gandra Moura, de 8 anos, visitou o Centro de Treinamento do Vasco, nesta sexta-feira. Gui, que viralizou na internet após reencontrar a mãe no hospital depois de ficar 16 dias em coma induzido, tem uma doença genética rara, a epidermolise bolhosa.

Vascaíno apaixonado, Gui recebeu nos últimos dias visitas de jogadores do Vasco no hospital, após acordar do coma. Gabriel Pec e Figueiredo visitaram o menino, assim como Rodrigo Dinamite, filho de Roberto Dinamite. Nenê enviou mensagem.

Após a vitória por 1 a 0 sobre o Cuiabá, na segunda-feira, vários jogadores e o técnico interino William Batista dedicaram o resultado a Gui.

– Foi muito incrível eu ter ido ao hospital e conhecê-lo. A reação dele me emocionou bastante, os vídeos. Quero novamente dedicar essa vitória a ele. Eu tinha prometido um gol, mas infelizmente não saiu. Mas a vitória já vai deixar o Gui e todos os torcedores felizes – disse Gabriel Pec, após a partida.

Gui viralizou na internet após reencontrar a mãe no hospital depois de ficar 16 dias em coma induzido. Ele tem uma doença genética rara, a epidermolise bolhosa. A nutricionista Tayane Granda Orrinco, mãe do menino, esteve o tempo todo no hospital da Barra da Tijuca, na Zona Oeste do Rio, na expectativa do filho acordar.