Ouça agora

Ao vivo

Cantinas de prisões e hospitais penitenciários deixam de funcionar
Destaque
Cantinas de prisões e hospitais penitenciários deixam de funcionar
Estudantes de Maricá conquistam medalhas nos Jogos Escolares do Rio de Janeiro
Maricá
Estudantes de Maricá conquistam medalhas nos Jogos Escolares do Rio de Janeiro
Luiz Gonzaga será homenageado em Arraiá de Duque de Caxias
Destaque
Luiz Gonzaga será homenageado em Arraiá de Duque de Caxias
Coletivo Vista Minha Pele faz ação em Rio das Ostras
Costa do Sol
Coletivo Vista Minha Pele faz ação em Rio das Ostras
Angra reforça a atualização do CadÚnico
Angra dos Reis
Angra reforça a atualização do CadÚnico
Prefeitura do Rio derruba mansões de luxo de até R$ 4 milhões no Joá
Destaque
Prefeitura do Rio derruba mansões de luxo de até R$ 4 milhões no Joá
Celebração em Honra a São Cristóvão movimenta Macaé neste fim de semana
Norte Fluminense
Celebração em Honra a São Cristóvão movimenta Macaé neste fim de semana

Acusada de participar nos ataques de 8 de janeiro é presa no Paraguai

Mulher foi entregue à PF em Foz do Iguaçu
Foto: Divulgação

Na noite dessa sexta-feira (29), uma mulher suspeita de participação nos ataques de 8 de janeiro, em Brasília, foi presa pela Polícia Federal. A informação foi confirmada pela PF na manhã deste sábado (30). Ela estava foragida no Paraguai e era procurada por causa de um mandado de prisão determinado pelo Supremo Tribunal Federal (STF).

A prisão foi realizada por meio de uma cooperação internacional entre a Polícia Federal e as autoridades paraguaias. A mulher se apresentou voluntariamente ao escritório Central Nacional da Interpol em Assunção, capital do Paraguai.

De acordo com o protocolo entre os dois países, a mulher foi entregue a policiais federais brasileiros na cidade de Foz de Iguaçu, no Paraná, onde foi presa.

A mulher, que não teve a identidade confirmada, segue à disposição do STF, e aguarda transferência para o Distrito Federal.