Ouça agora

Ao vivo

Macaé ganha novas redes de esgoto na Aroeira
Norte Fluminense
Macaé ganha novas redes de esgoto na Aroeira
Itaipuaçu recebe evento Passaporte em Ação
Maricá
Itaipuaçu recebe evento Passaporte em Ação
Petrópolis tem 82 hectares de área queimada no primeiro semestre do ano
Destaque
Petrópolis tem 82 hectares de área queimada no primeiro semestre do ano
Eleições Municipais têm mulheres como maioria do eleitorado, revela TSE
Brasil
Eleições Municipais têm mulheres como maioria do eleitorado, revela TSE
Eduardo Paes lança candidatura à reeleição, mas ainda sem o nome do vice. Pedro Paulo é o preferido
Política
Eduardo Paes lança candidatura à reeleição, mas ainda sem o nome do vice. Pedro Paulo é o preferido
Prouni terá mais de 240 mil bolsas no segundo semestre
Brasil
Prouni terá mais de 240 mil bolsas no segundo semestre
Projeto de Judô transforma vida de 280 crianças em Japeri
Baixada Fluminense
Projeto de Judô transforma vida de 280 crianças em Japeri

Abertura oficial da FLIM 2023 movimenta Maricá com programação extensa

Visitantes aprovam infraestrutura da 8ª edição. Serão 13 dias com programação que inclui visitação a dezenas de estandes, palestras e rodas de conversa com escritores e shows
Imagem: Divulgação

A 8ª Festa Literária Internacional de Maricá (Flim) foi oficialmente aberta na tarde desta terça-feira (19/09) com um cortejo cultural reunindo artistas de circo, do teatro e da música, além de grupo de capoeira e integrantes da Escola de Samba União de Maricá e do bloco Ilê Aiyê, que percorreu o trecho da Av. Zumbi dos Palmares, na Praça dos Gaviões, dentro da área do evento. Participaram da cerimônia o prefeito de Maricá, Fabiano Horta, e diversas autoridades do município, entre essas, quase todos os secretários municipais, com destaque para Marcio Jardim, da Educação, organizador do evento.

O grande homenageado deste ano será o cantor, compositor e imortal Gilberto Gil, que também ganhou uma arena com o seu nome. A Flim acontece até o dia 1º de outubro com entrada gratuita. São 13 dias, das 8h às 20h, com uma extensa programação que inclui palestras, debates e rodas de conversa, com escritores, convidados, professores, filósofos e chefs para um bate-papo com o público, com destaque para a FlimZinha, repleta de atividades infantis. O prefeito Fabiano Horta destacou a importância da Flim como evento cultural no estado do Rio de Janeiro.

“Hoje começamos a celebrar algo muito especial aqui em Itaipuaçu. Todos nós estamos construindo um marco no imaginário social, não só de Maricá, mas também no estado do Rio de Janeiro. Serão treze dias em que a cidade estará sob uma determinação única, que gritará em alto e bom som que somos filhos da diversidade, cultivamos os valores da diferença e somos solidários. Esse é o espírito da Flim”, afirmou Horta.

O secretário de governo João Maurício, o Joãozinho, afirmou que essa edição entrará para a história da cidade:

“Estamos trazendo, mais uma vez, grandes nomes da literatura brasileira, dezenas de editoras, com atrações musicais variadas, com especial atenção às atividades direcionadas às crianças, isso tudo com um único objetivo: influenciar gerações. É uma celebração que faz com que a arte se propague por toda Maricá”, disse Joãzinho emocionado.

Marcio Jardim, secretário de Educação, afirmou estar ansioso para a maratona de atividades que vão ocorrer na cidade até 1 de outubro:

“Serão treze dias de muitas rodas literárias, dias de paz de cultura, de lazer e da celebração de todos esses valores que a gente quer fomentar em Maricá”, celebrou Jardim.

Público prestigia primeiro dia

A primeira manhã da Festa Literária Internacional de Maricá (FLIM) recebeu ótimo público nesta terça-feira (19/09). Estudantes de diferentes escolas da rede pública municipal visitaram as tendas e compraram os primeiros livros à venda. Os destaques foram a FLIMzinha, voltada para o público infantil e o show da cantora, compositora e escritora Bia Bedran, que comemora 50 anos de carreira.

Dentro da FLIMzinha, cuja tenda foi montada na quadra da Praça dos Gaviões, os pequenos puderam circular e escolher os livros que queriam e ainda participar de brincadeiras. Uma delas foi montada pela equipe da Secretaria de Defesa do Consumidor, o ‘jogo do consumidor do futuro’, onde as crianças simulavam o uso da moeda Mumbuca em atividades do dia-a-dia, de modo a aprender sobre economia na cidade.

“Eu gostei de brincar aqui e também já escolhi meu livro”, disse João Miguel, de 4 anos, aluno do pré-escolar 1 do CEIM Valéria Passos, de Itaipuaçu, que brincava animado junto com outros coleguinhas.
A professora Rafaela Chaffim já classificou a 8ª edição da FLIM como a melhor já realizada. “O ponto alto para mim é este espaço das crianças, que ficou maior e mais definido. A decoração também está linda e, no geral, esta é a melhor edição de todas desse evento”, sentenciou.

A Tenda Literária também ficou bastante movimentada com alunos de anos finais do ensino fundamental. Um exemplo foi a E.M. Lúcio Thomé Feteira, que fica em Cordeirinho e levou um total de 320 alunos pela manhã e também à tarde. Frequentadora da FLIM desde a sua primeira edição, a diretora Lorena Mendonça se disse emocionada ao ver a nova estrutura.

“Está excelente! O acesso ficou mais fácil e sobretudo a feira está mais bonita e espaçosa. Acompanho o evento desde quando começou e o governo se superou desta vez. Tudo maravilhoso, estou emocionada!”, reiterou ela, que destacou ainda os estandes de diferentes órgãos da Prefeitura de Maricá. Ao lado da tenda, foram montadas salas de apoio local, incluindo um gabinete para o prefeito Fabiano Horta.

Público elogia primeira manhã na Flim

O palco da Praça dos Gaviões, ao lado da FLIMzinha, recebeu ainda o primeiro de uma série de quatro shows com Bia Bedran. Como já é tradição em suas apresentações, a artista comandou a plateia para ilustrar seus clássicos infantis e afirmou ter reconhecido ex-alunos seus entre os professores.
“Eu me sinto muito à vontade entre crianças e livros, e aqui tem isso e muito mais, como a natureza. A festa está linda e eu só tenho que comemorar e agradecer”, disse Bia, que também está lançando seu 20º livro na FLIM.

Para o secretário de Educação de Maricá, Márcio Jardim, a FLIM 2023 já se tornou um sucesso em suas primeiras horas.

“Só o que tivemos de mídia espontânea e de procura neste início nos garante esta afirmação. Montamos tudo para dar o sentido de multicultura que queríamos propagar, com essa infraestrutura inédita no país. Nenhum outro evento desta natureza tem o que preparamos nos 6 mil metros quadrados de área”, reforçou o secretário.

Serviço:
Festa Literária Internacional de Maricá – FLIM
Data: de 19 de setembro a 1º de outubro de 2023
Horário: 8h às 20h
Endereço: Praça dos Gaviões (Avenida Zumbi dos Palmares), em Itaipuaçu
Site oficial: https://flimmarica.com.br/