Ouça agora

Ao vivo

Comando de Polícia Rodoviária registra queda no número de acidentes com vítimas fatais durante o feriado de São Jorge
Destaque
Comando de Polícia Rodoviária registra queda no número de acidentes com vítimas fatais durante o feriado de São Jorge
Alerj aprova projeto para ampliar combate ao trabalho análogo à escravidão
Política
Alerj aprova projeto para ampliar combate ao trabalho análogo à escravidão
Prefeitura do Rio promove consulta pública sobre concessão de parques municipais
Rio de Janeiro
Prefeitura do Rio promove consulta pública sobre concessão de parques municipais
Maricá recebe prêmio destaque do artesanato na 16ª Rio Artes
Maricá
Maricá recebe prêmio destaque do artesanato na 16ª Rio Artes
Passagem de carretas interditará descida da serra de Petrópolis na madrugada de 25/04
Estado
Passagem de carretas interditará descida da serra de Petrópolis na madrugada de 25/04
Cidades do Rio podem ganhar “Café do Trabalhador”
Política
Cidades do Rio podem ganhar “Café do Trabalhador”
CBF divulga data e horário dos jogos da terceira fase da Copa do Brasil
Esportes
CBF divulga data e horário dos jogos da terceira fase da Copa do Brasil

777 não pensa em demissões imediatas no futebol do Vasco

Empresa americana acredita que performance no Brasileirão não condiz com investimento feito no início do ano e vê margem para evolução após sequência difícil na tabela
Foto: Daniel Ramalho / Vasco

A goleada sofrida para o Flamengo, na última segunda-feira, foi cobrada por torcedores para que fosse o último capítulo de Maurício Barbieri no Vasco. O anúncio da demissão, no entanto, não veio, e o treinador recebeu o apoio interno para dar sequência ao trabalho.

Nesse momento de crise, a estratégia da 777 Partners passa pelo silêncio. O diretor esportivo Paulo Bracks pediu e deu entrevista coletiva na última semana. O CEO Luiz Mello, por outro lado, falou antes do Campeonato Brasileiro. Também não há programação de entrevista ou nota dos americanos.

Essa é a maneira que os estrangeiros entendem como correta no momento. A pressão da torcida, com protestos e tentativa de invasão a São Januário, é levada em conta, mas não dita os planos. “Não vão triturar pessoas nem demitir o treinador agora”.

Performance não condiz com investimento

O primeiro motivo é que a 777 acredita que o investimento de mais de R$ 110 milhões feito na primeira janela de transferências é suficiente para o time performar.

Esta foi a maior janela de transferências da história do Vasco. Por isso, internamente acredita-se que há margem para evolução e que o time não deveria ser o vice-lanterna do Brasileirão.

Seguindo esse raciocínio, a solução mais viável, então, seria a troca do comando técnico, podem pensar alguns torcedores. Acontece que o departamento de futebol e a 777 estão vendo o trabalho acontecer no dia a dia e não creem que a demissão de Barbieri resolverá o problema.

Isso não significa, porém, que estão satisfeitos. O momento é de orientar e dar suporte, na opinião de pessoas ouvidas pela reportagem. Mas não vai haver mudança prática agora. Ou seja, Barbieri, Bracks e Mello seguirão nos cargos com o apoio de cima.

Tabela difícil logo de cara

Outra razão para a confiança na virada de chave está na tabela do Campeonato Brasileiro. O caminho do Vasco no início da competição foi difícil. Enfrentou clubes como Atlético-MG, Palmeiras, Fluminense, São Paulo e Flamengo, que estão na parte de cima da classificação. Assim como o Fortaleza – uma derrota na Arena Castelão não é entendida como fora do comum para um clube que vive um processo intenso de reestruturação.

O que gerou mais cobranças foram as derrotas para Bahia e Santos, em São Januário. No caso do último adversário, a avaliação é que o Vasco desempenhou melhor e não merecia perder. O mesmo pensamento vale para a derrota para o São Paulo, no Morumbi.

O jogo do próximo domingo, contra o Internacional, no Beira-Rio, também é considerado difícil dentro dessa lógica. Mas depois, até a 15ª rodada, o Vasco enfrentará Cuiabá, Goiás e América-MG. Nesses confrontos o time precisa reagir. Ainda mais com a data Fifa entre 12 e 20 de junho. Após enfrentar o Inter, a equipe de Barbieri ficará 12 dias sem jogar.

Confiança na segunda janela

Por último, há uma confiança grande na segunda janela de transferências. O investimento a ser feito não chega perto do que foi destinado à primeira janela. Mas há promessas por reforços e planos para suprir as carências do elenco. O Vasco pretender ser pontual e certeiro.

Até o momento, o clube tem pelo menos um reforço já contratado. O atacante Serginho, de 28 anos, já se despediu do Giresunspor, da Turquia, e assinou pré-contrato com o Vasco. Porém, só estará à disposição quando a janela abrir, a partir de 3 de julho. Até lá, Maurício Barbieri terá que encontrar as soluções dentro do atual elenco.